Mais de mil cidades estão em estado de alerta contra Aedes Aegypti

Estudo foi feito pelo Ministério da Saúde

De acordo com o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti, feito pelo Ministério da Saúde, 357 municípios estão em situação de risco para ocorrência de dengue, zika e chikungunya – nelas, mais de 9% dos imóveis visitados continuam larvas do mosquito. Já em 1.139 cidades estão em situação de alerta, o que significa entre 1% e 3,9% das casas com larvas. E 2.450 municípios foram classificados como satisfatórios, com percentual menor de 1%.

O estudo analisou dados de 3.946 cidades, entre o início de outubro e a primeira quinzena de novembro. Em relação às regiões, o Nordeste teve maior registro de municípios em alerta: 41% dos que enviaram informações. Em seguida, está o Norte (40,4%), Centro-Oeste (20,1%), Sudeste (19,32%) e Sul (13,66%).

Em relação  às capitais, estão em situação satisfatória Macapá, Fortaleza, Goiânia, Belo Horizonte, João Pessoa, Teresina, Curitiba, Rio de Janeiro e Palmas. As que estão em alerta são: Maceió, Manaus, Salvador, Vitória, Recife, Natal, Porto Velho, Aracaju e São Luís. As demais, inclusive a capital federal, Brasília, ainda não enviaram as informações.

Fonte: Agência Brasil
Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário