Marketing farmacêutico: o que é e táticas para aumentar as vendas

O marketing farmacêutico é a novidade para aumentar as vendas, fidelizar os clientes antigos e conquistar novos

Introdução     

Não é de hoje que a internet está revolucionando as pessoas, os produtos, os serviços e a maneira de comprar. Todas essas novidades aliadas com a concorrência e a crise econômica vêm obrigando as empresas a se adequarem.

Cada vez mais, os gestores têm sentido a necessidade de implementar estratégias de marketing para maximizar as vendas.

Com o setor farmacêutico não é diferente. Entretanto, o setor enfrenta algumas dúvidas sobre como utilizar o marketing sem infringir regulamentações relacionadas a comunicação de medicamentos, marcas e produtos. 

Aqui você entenderá a importância do marketing de conteúdo no farmacêutico, como aplicá-lo, sua regulamentação, como contratar um profissional da área e como se destacar no setor.

O que é o marketing farmacêutico?

O marketing farmacêutico é a forma específica de fazer marketing, focado nas farmácias e drogarias.

Apesar de parecer simples, é necessário se dedicar e estudar o setor. Assim, compreendendo as necessidades dos clientes, desenvolvendo a identidade da marca, seguindo as normas e as regulamentações para essa forma de comunicação, bem como utilizando todas as outras variáveis dessa área.

Aqui esclareceremos todas as dúvidas sobre a comunicação on-line no setor e te ajudaremos a impulsionar suas vendas com o marketing farmacêutico.

como aumentar as vendas

Qual a importância do marketing farmacêutico?

O marketing farmacêutico é uma estratégia necessária para que as drogarias e farmácias consigam se comunicar cada vez melhor, com o público que está cada vez mais exigente.

A presença on-line é obrigatória a todos os pontos-de-venda e ter um e-commerce (loja on-line) e redes sociais não é mais o suficiente como atuação on-line.  

Uma comunicação diferenciada, seguindo as ferramentas do marketing farmacêutico podem ser o diferencial para se destacar entre os concorrentes e conseguir aumentar o ticket médio das vendas.

As ferramentas do marketing farmacêutico podem contemplar ações desde a análise e a escolha de um público-alvo até a comunicação e o ticket médio de cada cliente.

Assim, aumentando a captação, a retenção e a fidelização de clientes, colocando em prática apenas alguns conceitos simples.

Além disso, para fazer o marketing farmacêutico não é necessário contratar uma agência de publicidade ou novos profissionais se você não quiser.

Caso você prefira, pode realizar sozinho as alterações que trarão tais benefícios para a sua farmácia ou drogaria.

Regulação do marketing de conteúdo no setor farmacêutico 

Para realizar o marketing farmacêutico, o conteúdo sobre medicamentos deve seguir algumas normas.

A primeira é que o medicamento deve estar devidamente registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Veja as demais a seguir:

  •         As propagandas de medicamentos devem conter o nome comercial, o nome da substância ativa, o número de registro na Anvisa (M.S. ou RDC); indicação do médico, advertência obrigatória por lei (“Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado) e uma advertência adicional de acordo com o efeito descrito na bula ou a substância ativa.
  •         Só é permitido alegar com propriedades de saúde e/ou funcionais se essas propriedades tiverem sido comprovadas pela Anvisa.
  •         Não é permitido alegar durante a propaganda que um alimento possui propriedades de cura e de tratamento (isso inclui cápsulas, suplementos, comprimidos, xaropes, etc). Tais alimentos não podem ser confundidos com medicamentos.

Fique atento a estas regras para começar já neste momento a aumentar suas vendas de maneira segura e correta.

 Como fazer marketing farmacêutico?  

Existem diferentes formas de aplicar o marketing farmacêutico. Confira abaixo as principais.

– Relacionamento  

O bom relacionamento com o cliente e a boa experiência de compra pode gerar um retorno enorme para a marca.

Muitas empresas não dão a devida atenção a esse quesito e perdem oportunidades de aumentar suas vendas e a fidelização dos clientes.O marketing farmacêutico pode ajudar a tornar seus clientes fiéis e defensores da marca.

O marketing farmacêutico de relacionamento pode ser feito com pequenas atitudes:

  •         Seja educado, gentil e atencioso: ouça o cliente com atenção e demonstre interesse pelo problema, se propondo a ajudá-lo da melhor maneira.
  •         Crie um vínculo com o cliente: uma dica simples é chamá-lo pelo nome.
  •         Mantenha uma base de dados sobre os clientes para felicitá-los em datas importantes como aniversários e celebrações.  
  •         Procure manter o vínculo pós-venda: uma dica é criar um formulário com poucas perguntas sobre como foi a experiência de compra.
  •         Ofereça benefícios e brindes, como ofertas personalizadas.
  •         Pergunte a opinião do seu cliente através das redes sociais.
  •         Trate o cliente da melhor maneira possível.

atendimento no marketing farmacêutico

– Atendimento  

Como já vimos, a boa experiência de compra do consumidor é essencial para que a farmácia ou drogaria conquiste seus clientes, fidelizando-os. Dessa forma, o bom atendimento é essencial.

Os farmacêuticos, balconistas e atendentes devem ser muito bem preparados e atender os clientes sempre com gentileza, excelência e educação.

Todas essas questões também fazem parte do marketing farmacêutico e devem estar presentes na sua estratégia. Confira sugestões de como proporcionar o melhor atendimento ao seu cliente:

  •         Capacite seus colaboradores tecnicamente e emocionalmente para eles saberem ouvir os clientes e atender com excelência.
  •         Tenha empatia pelo cliente.
  •         Disponha os produtos corretamente nas gôndolas, facilitando a informação e o acesso do cliente.
  •         Conheça seu público e seus clientes: realize pesquisas para conhecer melhor seus interesses, seu perfil, faixa-etária e outros dados que possam ajudá-lo a melhor atendê-los.
  •         Dedique-se ao pós-venda: realize pesquisas sobre a experiência de compra do cliente e crie um laço com eles enviando mensagens em datas especiais, como celebrações e aniversários.
  •         Envie e-mails comunicando os clientes sobre promoções, lançamentos e ações especiais.

– Fidelização 

 O marketing de fidelização é importante em qualquer estabelecimento, independente do tamanho da empresa ou do seu propósito.

Encantar o cliente e investir na fidelização é uma oportunidade de atrair mais clientes, aumentar as vendas e impulsionar o crescimento do seu negócio.

A principal estratégia é criar programas de fidelização que ofereçam descontos ou outras bonificações. Dessa forma, o cliente que comprar na sua farmácia ou drogaria será recompensado por ter dado preferência aos seus serviços.

Confira outras estratégias de fidelização para o marketing farmacêutico:

  •         Desenvolva promoções personalizadas para cada cliente através de um aplicativo (App), por exemplo.
  •         Ofereça serviços de delivery.
  •         Anuncie ofertas e conteúdos informativos da área farmacêutica e sobre saúde em blogs e/ou redes sociais.

Todas essas dicas são importantes porque manter um cliente é mais fácil do que conquistar um novo. Além disso, um consumidor fiel pode trazer mais clientes interessados nos seus diferenciais.

 – Região

A geolocalização também é uma ferramenta que pode ser utilizada como instrumento de marketing para segmentar o seu público.  

Dessa forma, tornando possível se conectar e encontrar o seu consumidor por meio de vários canais que ele esteja.

Use a inteligência da localização para seguir seus clientes e localizá-los quando for melhor para alavancar seus negócios.

– Parcerias  

As parcerias costumam ser uma forma eficiente e econômica para impulsionar o marketing farmacêutico. Buscar parcerias com outros profissionais e outras empresas do setor ajuda os dois lados e gerar crescimento mútuo.

Para utilizar o marketing farmacêutico de parcerias você pode indicar um médico especialista e ele indica a sua farmácia ou drogaria para seus pacientes.

Outro exemplo é deixar seus panfletos no consultório e em troca você entrega o cartão do médico para seus clientes.  

Você também pode utilizar veículos de comunicação físicos e on-line (como revistas e sites) para enviar conteúdos e fazer sugestões de postagens.

Além disso, você também pode ampliar a parceria com fornecedores de medicamentos e outros produtos, ou representantes das marcas.

Estes são apenas alguns exemplos, mas existem diversas outras formas de parceria para você testar e inovar.

estratégias de marketing farmacêutico

– Organização dos produtos na loja

O gerenciamento de categorias e a melhor forma de expor os produtos são assuntos sempre abordados no http://guiadosesportes.com.br/rio-2016-100-curiosidades-sobre-os-jogos-olimpicos. Isso porque a forma como estes fatores são organizados influenciam diretamente na percepção do consumidor e no aumento do consumo.

De acordo com pesquisas, mais de 75% dos consumidores tomam suas decisões de compra no ponto de venda. Dessa forma, utilizar estas estratégias é essencial para alavancar o seu marketing farmacêutico e suas vendas.  

Outro ponto importante é conhecer o público alvo e saber o que é importante para ele. Assim, quando o cliente entrar em sua farmácia ou drogaria, você poderá falar sobre produtos do interesse dele para incentivá-lo a aumentar o tíquete médio e levar mais produtos.

– Promoções   

Investir na realização de promoções e ofertar é outra estratégia de sucesso do marketing farmacêutico. Contudo, tais ações devem ser bem gerenciadas e planejadas para gerarem o retorno esperado.

Uma dica é utilizar infláveis promocionais, que destacam sua farmácia e aumentam sua visibilidade. Eles podem ser colocados na entrada da farmácia, em eventos, durante ações promocionais e/ou em entre outras ocasiões.

– Marketing digital farmacêutico 

Criar páginas nas redes sociais é importante, mas só isso não é o suficiente. Nós devemos nos atentar a algumas questões que não agradam o cliente: publicações ou mensagens invasivas e anúncios enormes são alguns desses casos.

Além disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) possui uma regulamentação para a publicidade de medicamentos e correlatos, como vimos no item “Regulação do marketing de conteúdo no setor farmacêutico”.

O ideal é que você crie conteúdos que agreguem valor ao consumidor. Afinal, apenas fazer propaganda não atrai mais o consumidor.

Coloque dados informativos e desperte o interesse do cliente através dos conteúdos. Em seguida, você pode até fazer uma promoção do produto abordado na publicação.

— Crie um blog

Ainda visando as vendas através do conteúdo, outra dica do marketing farmacêutico é criar uma página para publicar conteúdos sobre produtos e saúde. Entretanto, se possível o melhor a fazer é criar seus próprios conteúdos ao invés de apenas copiá-los.

Criando os próprios conteúdos e usando linguagem clara e objetiva você se diferencia e se destaca entre as outras farmácias e drogarias.

Ao longo dos conteúdos, você pode utilizar a mesma técnica abordada no item “marketing digital farmacêutico” e colocar sugestões de produto de maneira sutil ao longo do conteúdo.

Criar um blog ou uma página é importante porque estudos mostram que mais de 70% dos internautas (usuários de internet) pesquisam sobre medicamentos e saúde antes de procurar um médico ou farmacêutico.

Além disso, vale lembrar que todas as dicas são válidas para farmácias e drogarias pequenas ou até mesmo para grandes redes.

— Faça vendas digitalmente 

Hoje, estar presente no universo digital é essencial para qualquer empresa. Cada vez mais as empresas precisam se adequar as tecnologias como a Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (AI), blockchain, entre outras.

Para se adequar a esse novo universo, o ideal é encarar a digitalização das vendas e da jornada de compra como uma oportunidade.

As compras on-line já fazem parte da vida dos consumidores e hoje ter um e-commerce é essencial para qualquer farmácia ou drogaria.

Dessa forma, as vendas on-line são essenciais para emplacar no marketing farmacêutico. Entenda como os seus produtos podem ser comercializados neste canal e invista nessa oportunidade.

marketing-farmaceutico-o-que-e-e-taticas-para-aumentar-as-vendas

— Buscas on-line  

O marketing de medicamentos, devido as normas regulatórias, enfrenta desafios. Entretanto, é possível realizar o marketing de outros produtos vendidos em sua farmácia ou drogaria, como: itens de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPC), utensílios, alimentos, entre outros.

Isso é necessário porque, segundo pesquisas, uma em cada 20 buscas no Google é relacionada à saúde. Além disso, atualmente, os profissionais de saúde pesquisam referências em sua maioria on-line.  

Dessa forma, produzindo conteúdo on-line com inserções sutis de produtos faz a sua farmácia ou drogaria estar no radar das buscas on-line, gerando mais visibilidade.

— ZMOT e a nova jornada do cliente digital

A internet mudou a forma como os consumidores enxergam os produtos e fazem compras. Hoje as decisões de compra são 100% influenciadas pelo conteúdo on-line e pelas pesquisas feitas no mundo digital. Este processo é chamado O momento zero da verdade (ZMOT, na sigla em inglês).

Esse processo obriga as empresas a se adequarem a mudança digital para não ficarem para trás. Porém, é necessário olhar para esse cenário como uma oportunidade e não como algo ruim.

As farmácias e drogarias devem estar presentes on-line e modernizarem seus pontos de venda para atraírem esse novo público e se destacarem entre as demais. Além disso, a presença on-line é essencial para atingir um maior número de pessoas.

Dessa forma, para atingir esse novo público as marcas precisam estar presentes on-line para alcançar o consumidor no exato momento que a necessidade surgir.  Assim, ajudando a melhorar a vida do cliente e conquistando uma vantagem competitiva entre as demais marcas.

O profissional farmacêutico gestor de marketing

O marketing farmacêutico pode ser feito por você mesmo, mas caso você queira contratar um profissional para exercer a função de maneira mais aprofundada é necessário seguir algumas indicações.

O gestor dessa área deve identificar as oportunidades que se apresentam a sua farmácia ou drogaria, bem como identificar as ameaças futuras que ela pode enfrentar. Assim, é essencial definir as estratégias de marketing, colocar prazos para executá-las e monitorar seus resultados.

– Perfil

O gestor de marketing ou o farmacêutico que segue a carreira em gestão de marketing se diferencia pelo seu conhecimento no ambiente farmacêutico e sobre os medicamentos.

Entretanto, para isso o profissional deve buscar atualizações constantes e estar sempre estudando. Ele também necessita de conhecimentos aprofundados em marketing e estratégia.

Além disso, habilidades como ser comunicativo e criativo, bem como falar inglês são necessárias.

– Cargos

O profissional do marketing farmacêutico pode atuar em diferentes cargos, empresas e realizando diferentes funções, como:

  •         Monitoramento de oportunidades de mercado e ações da concorrência.
  •         Seleção de segmentos, mercados-alvo e estratégias para a neutralização de ações da concorrência.
  •         Planejamento e desenvolvimento de novos produtos, marcas, embalagens e diferenciais para a farmácia ou drogaria.
  •         Estabelecimento de ações de endomarketing.
  •         Definição das estratégias de comunicação, vendas, promoções, estruturas comerciais, ações, preços, distribuição e planejamento.
  •         Monitoramento do desempenho das ações e da satisfação dos clientes.
  •         Interpretação das influências e do comportamento do consumidor, entre outras funções.

O profissional de marketing farmacêutico pode atuar em:

  •         Farmácias e drogarias.
  •         Indústrias farmacêuticas, cosméticas e de alimentos.
  •         Consultorias.
  •         Laboratórios.
  •         Distribuidoras de medicamentos, entre outros locais.

profissionais da área

– Como contratar

Para a função, é indicada a contratação de um profissional graduado em farmácia, com pós-graduação ou especialização em marketing.

Afinal, para exercer essa é essencial que os conceitos de farmácia e de estratégias estejam alinhados.

Conclusão

O marketing farmacêutico é essencial para as farmácias e drogarias se adequarem ao novo cenário de consumo e ao novo consumidor.

Existem diversas ações como o marketing de relacionamento, parcerias, promoções e estratégias digitais que podem ser realizadas em seu ponto de venda para alavancar as vendas, fidelizar e conquistar novos clientes.

O profissional de marketing farmacêutico pode auxiliá-lo nesse processo e indicar as melhores oportunidades para aproveitar essa ferramenta.

Contudo, vale lembrar que as dicas abordadas aqui são válidas para farmácias e drogarias de todos os tamanhos.

Leia também:

Dez insights para alavancar a área de trade marketing entre indústria e varejo farmacêutico

Sindusfarma promove curso de marketing na área da saúde

Plano de marketing no varejo farmacêutico

Neo Química lança plataforma de conteúdo para farmacêuticos e auxiliares de farmácias

Fotos: Shutterstock

Fonte: Guia da Farmácia

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Sobre o colunista

Victoria Nascimento

Deixe um comentário