fbpx

4 indicadores de eficiência na gestão e na operação da farmácia

Aspectos que devem ser considerados para ter produtividade

O ambiente de varejo está mudando em ritmo acelerado como consequência do cenário atual. Muitas empresas estão precisando “tirar o atraso” e fazer a lição de casa para saírem fortalecidas da crise. Precisam se preparar para novos desafios, com cautela, pois devem recuperar a competitividade e a produtividade perdidas.

Há alguns indicadores que precisam ser revistos:

Veja Mais

1) Fortalecimento da cultura da empresa, visão clara e divulgada:

O varejo farma é, na sua essência, simples e desafiador na execução, porque há muitas pessoas interagindo permanentemente: colaboradores, fornecedores, clientes e outros. Os colaboradores, principalmente, têm papel fundamental na reestruturação, no fortalecimento e na incorporação de um novo modelo de gestão. Se souberem qual a visão da empresa e aonde ela quer chegar em curto e médio prazos, com certeza estarão aptos à mudança. Uma gestão divulgada e compreendida em todos os níveis proporcionará sucesso ao processo de mudança.

2) O básico bem feito:

Antes de pensar nas inovações, tenha certeza de que o básico está sendo bem executado. Não adianta ter experiências interessantes para os clientes se a loja estiver com ruptura de produtos, layout inadequado e atendimento ruim.

3) Eficiência na gestão e operação:

A eficiência na gestão depende da agilidade, padronização, redução de erros e controle dos processos.

Quando não há processos e uma rotina de trabalho bem definida, a equipe é prejudicada como um todo. Isso porque surgem dúvidas frequentes, o que leva à perda de tempo, falhas na execução e improvisos. Portanto mapear processos e identificar onde estão as falhas é imprescindível. Se os processos da empresa estão desatualizados, promover uma reestruturação que gere eficácia é importante. É a partir da padronização dos processos que é possível acompanhar as métricas de desempenho e implementá-las com eficácia.

4) Produtividade:

Após a divulgação e o entendimento da visão, do básico bem feito e da eficiência nos processos e na operação, a busca pelo aumento da produtividade e da eficiência deve ser a palavra de ordem para a farmácia. Uma das formas de aumentar a produtividade é vender mais e melhor. Para aumentar a produtividade é preciso construir processos de maneira não burocrática e executá-los de forma correta, como dito acima.

Efetuar acompanhamentos de métricas de gestão como receitas financeiras, venda por m2, valor do tíquete médio, despesas fixas, margens de lucro e outros indicadores, e compará-los com o mesmo período do ano anterior, pode indicar resultados positivos ou negativos e permitir a correção de rumos ou a busca de maior produtividade.

É, portanto, fácil entender porque a produtividade é consequência de processos eficientes na gestão e na operação da empresa. Se esses aspectos forem considerados e trabalhados de forma integrada, com certeza permitirão um reposicionamento do estabelecimento e também servirão como ponto de partida para a retomada do crescimento e da transformação no ambiente da farmácia.

Foto: Shutterstock

Sazonalidade a favor do varejo

Edição 308 - 2018-07-01 Sazonalidade a favor do varejo

Essa matéria faz parte da Edição 308 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o colunista

Silvia Osso

Palestrante e consultora de empresas. Especialista em varejo e autora dos livros destinados ao varejo e serviços denominados "Atender bem dá lucro"; "Administração de recursos humanos em farmácia", "Programa prático de Marketing e Farmácias"; "Liderança para Todos" . Para adquirir os livros, acesse: www.lojacontento.com.br. E-mail: [email protected].