Canais de venda: tecnologia e humanização

Com tantas inovações, é provável que ninguém tenha a fórmula perfeita para oferecer a experiência completamente personalizada em todos os canais de venda

Quem conhece pessoas com mais de 60 anos de idade com certeza já ouviu histórias de como era o varejo 50 anos atrás: um contato totalmente pessoal.

Por que iniciei o artigo fazendo este questionamento? Porque mais uma vez neste ano, na maior feira de varejo do mundo, a NRF Retail’s Big Show, muito se falou em tecnologia, mas mais ainda em humanizar o varejo.

Como estamos no século da informatização, conhecer profundamente cada cliente e voltar a personalizar sua experiência de compra é possível graças ao Big Data e a outras tecnologias, mas a essência do processo está na relação pessoal, um a um. Com a introdução do autosserviço há alguns anos, o varejo migrou para um extremo, com relações massificadas e sem individualização. Agora, esse retorno à personalização deve acontecer nos negócios. Por exemplo: as ofertas e promoções, hoje massificadas, válidas para todos os clientes, devem migrar para promoções/ofertas por grupo de clientes ou um a um. A tecnologia permite personalizar promoções cliente a cliente, selecionando quais ofertas cada um deve receber, com base no perfil de compras e preferências.

A rede de farmácias americana Rite Aid usa a inteligência artificial para personalizar combinações de ofertas únicas para mais de 12 milhões de clientes. Ao longo do tempo, o sistema apreende as preferências individuais, ou seja, se determinado cliente responde melhor às ofertas enviadas por Aplicativos (apps) ou via e-mail, e este passa a ser o canal priorizado. Esta tecnologia tornou-se mais barata e agora pode ser realidade para varejistas do Brasil.

A ferramenta de geolocalização também gera oportunidades para personalização. Ela combina apps de smartphone e tecnologias de microgeolocalização, permitindo ao varejista não só saber o exato momento em que o cliente entra em sua farmácia como também em qual gôndola está. Dessa forma, há a interação imediata com ofertas personalizadas de acordo com a área da loja. É possível, por exemplo, que ele receba pelo app, em um clique, informações sobre qual condicionador se adapta ao xampu que está pesquisando. Uma experiência personalizada e multicanal.

Com tantas inovações, é provável que ninguém tenha a fórmula perfeita para oferecer a experiência completamente personalizada em todos os canais de venda. No entanto todos estão experimentando a experiência de venda mais pessoal e individualizada. O prêmio para os que conseguirem é a maior fidelidade de seus clientes. Não duvido que os vencedores sejam os que melhor conseguirem promover a experiência de venda/compra humanizada.

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print
Você conhece o seu cliente?

Edição 316 - 2019-03-15 Você conhece o seu cliente?

Essa matéria faz parte da Edição 316 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o colunista

Palestrante e consultora de empresas. Especialista em varejo e autora dos livros destinados ao varejo e serviços denominados "Atender bem dá lucro"; "Administração de recursos humanos em farmácia", "Programa prático de Marketing e Farmácias"; "Liderança para Todos" . Para adquirir os livros, acesse: www.lojacontento.com.br. E-mail: [email protected].