Como transformar farmacêuticos em gerentes?

Diversos processos estão envolvidos na construção de um profissional completo, mas somente aqueles que entenderem de pessoal e processos é que apresentarão uma boa performance

O farmacêutico que atua na farmácia está diretamente ligado ao excelente atendimento, ao controle burocrático das substâncias de controle especial e ao controle do sistema de validades dos produtos da loja e ao cuidado do estabelecimento de saúde, no entanto, muito se tem solicitado a esse profissional, fazendo com que ele agregue outras funções.

O comércio varejista necessita de colaboradores multiprofissionais, ou seja, pessoas que consigam agregar às suas tarefas técnicas, a rotina de gerência, bem como o desenvolvimento humano, na busca de resultados.

Um profissional completo possuir três Ps: Processos + Pessoas = Performance.

Para ser um bom gerente, um bom líder que gera resultado é necessário:

1. Ser exemplo, todos estão observando o farmacêutico.

2. Entender que pessoas são a solução e o problema, lidere-os.

3. Ter um propósito (por que faço o que faço?).

4. Apresentar visão sistêmica, ampliada de toda a loja (olhar a farmácia de forma integral e sistêmica).

5. Conhecer sua equipe e suas deficiências e competências (só assim conseguirá delegar com maestria).

6. Saber treinar e desenvolver pessoas (todos necessitamos ser melhores em algo).

7. Nortear-se por resultados, vendas, metas (gerenciar com base nos indicadores apurados).

8. Identificar estratégias, entendendo que para tudo existem três passos:

  • Uma situação atual;
  • O que se deseja;
  • O que fará para chegar lá.

9. Aprender a liderar uma equipe por meio da influência.

10. Possuir conhecimento técnico.

11. Entender processos, pois eles vão organizar a farmácia.

12. Liderar sua equipe por autoridade e não por poder.

13. Traçar objetivos com seu time e fornecer feedbacks a ele.

14. Acompanhar os resultados e desempenho da farmácia.

15. Ter uma boa relação com demais profissionais da área da saúde, classe médica, departamento de fiscalização e laboratórios.

16. Conhecer sobre exposição, ações de marketing e layout.

17. Conhecer o concorrente e sua política operacinal.

18. Buscar oportunidades dentro e fora da farmácia.

Que você se encha destas competências que tornarão o farmacêutico ainda melhor e mais relevante para a farmácia.

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print
Efeito otimizado

Edição 320 - 2019-07-07 Efeito otimizado

Essa matéria faz parte da Edição 320 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o colunista

Farmacêutico e consultor da Desenvolva Consultoria e Treinamento