fbpx

Depressão não é tudo a mesma coisa

O transtorno bipolar faz com que os pacientes oscilem entre episódios de extrema excitação e outros de tristeza profunda. Diagnóstico errôneo faz com que patologia possa se agravar e até levar ao suicídio

Existem vários tipos da doença

A depressão bipolar não é a mesma coisa que a depressão que muita gente já ouviu falar. A depressão que a maior parte das pessoas conhece é a chamada depressão unipolar.

Depressão bipolar

Refere-se exatamente à fase depressiva do transtorno bipolar. Embora o paciente também tenha alguns episódios eventuais de mania, o portador de depressão bipolar apresenta episódios predominantemente depressivos.

Sintomas: tristeza profunda, apatia, insônia, fadiga, perda de peso, dificuldade de concentração, baixa autoestima, pensamentos recorrentes de morte e pensamentos suicidas.

Costuma surgir entre os 15 e os 25 anos de idade, mas pode se manifestar em qualquer fase da vida.

2,2% dos brasileiros têm a doença.

15% dos pacientes tiram a própria vida.

Diagnóstico:

• Episódios prévios de alterações de humor;
• Episódios atuais ou passados de depressão;
• Sintomas depressivos antes dos 25 anos de idade;
• Histórico familiar de suicídio;
• Resposta negativa ao tratamento com antidepressivos.

Tratamento:

• A depressão bipolar não tem cura, mas pode ser tratada;
• O tratamento não é o mesmo aplicado a outros tipos de depressão;
• Diferentes tipos de depressão têm diferentes abordagens terapêuticas.

Parte de uma doença ainda maior, a depressão bipolar é muitas vezes confundida com a depressão unipolar. A patologia faz parte do transtorno bipolar, uma condição mental crônica caracterizada por alterações de humor radicais sem explicação aparente. Essa oscilação de humor pode ser repentina e varia da mania para a depressão.

Fonte: Daiichi-Sankyo

Contra o tabagismo

Edição 309 - 2018-08-01 Contra o tabagismo

Essa matéria faz parte da Edição 309 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.