Digital é realidade e não vontade

Cultura das empresas deve mudar

Um dos grandes responsáveis pela presença pouco representativa de uma empresa na Internet é, exatamente, a gestão mal feita entre digital e varejo tradicional. De acordo com o sócio e co-fundador do Grupo ABC de Comunicação, Nizan Guanaes, o digital é colocado como um setor das empresas, ao invés de ser visto como o futuro.

“O digital acaba sendo uma vontade, quando deveria ser uma necessidade de sobrevivência”, comenta o executivo. Sua opinião é embasada no fato de quase 70% da população ser usuário único de Internet.

Para ele, o digital deve estar muito além de um ponto na empresa. Deve-se implantar uma cultura, mudar um hábito. “Requer integração, são muitas variáveis, assim como uma demanda de respostas on-time” , complementa Guanaes.

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print
As farmácias na adesão ao tratamento

Edição 298 - 2017-09-01 As farmácias na adesão ao tratamento

Essa matéria faz parte da Edição 298 da Revista Guia da Farmácia.

Deixe um comentário