Entenda a rotina de pacientes diabéticos

Dia possível de um paciente com diabetes que usa medicação e insulina

  • Ao despertar, o paciente deve fazer o teste da ponta do dedo (glicemia capilar). Com essa medida, o paciente contabiliza o que vai comer por meio da contagem de carboidratos e decide a dose da insulina, imaginando se irá realizar atividade física ou não.
  • Na hora em que for almoçar, deve repetir o mesmo procedimento para poder decidir se irá aplicar nova dose de insulina. Se o paciente utiliza esquema de insulina em cada refeição, o paciente deve se alimentar e tomar os medicamentos indicados pelo médico.
  • No meio da tarde, deve-se medir, novamente, a glicemia e, se for comer um lanche, verificar se precisa aplicar nova dose de insulina. É por meio desse resultado que o paciente verá como ajustar o que vai comer e seu controle glicêmico.
  • Ao dormir, o mesmo processo deve ser repetido. A rotina é muito importante e precisa ser individualizada.

Os pacientes com diabetes precisam encarar uma mudança no estilo de vida, envolvendo dieta equilibrada e uso de terapia indicada pelo médico.

Foto: Shutterstock

Marco histórico

Edição 300 - 2017-11-01 Marco histórico

Essa matéria faz parte da Edição 300 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.