Gripes, resfriados e o sistema imune

Como essas patologias afetam a imunidade

De uma forma geral, as gripes e os resfriados não representam nenhum problema sério para o sistema imune. Na verdade, o quadro viral se instala quando o hospedeiro consegue se instalar no organismo vencendo mesmo que momentaneamente a barreira do sistema imune.

A partir daí, os sintomas sentidos pelo indivíduo, como febre, por exemplo, são respostas do sistema imune àquele vírus. “Um exemplo clássico é o início de crianças pequenas nas creches. Essas crianças não apresentam ainda um sistema imunológico totalmente amadurecido, sendo, por isso, mais suscetíveis a infecções, particularmente a infecções virais do trato respiratório”, comenta a imunologista e membro do departamento científico de Imunoterapia e Imunobiológicos da Associação Brasileira de Alergia e Imunoterapia (Asbai), Dra. Veridiana Aun Rufino Pereira.

A médica ainda diz que as alergias, também ligadas ao sistema imune, ocorrem por um aumento da resposta imunológica frente a um determinado alérgeno. “Indivíduos com rinite e asma descompensada, por exemplo, têm mais infecções respiratórias, como sinusites, otites e pneumonias. Em geral, esses pacientes não apresentam problemas de imunidade”, diz.

Leia mais sobre o sistema imunológico: a proteção invimuisível.

Foto: Shutterstock

Pesquisas farmacêuticas

Edição 295 - 2017-06-01 Pesquisas farmacêuticas

Essa matéria faz parte da Edição 295 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.