fbpx

Os tipos mais frequentes de fadiga

A fadiga é decorrente de causas diversas e pode comprometer a qualidade de vida do indivíduo se não for investigada e tratada

Muscular ou física

Causa: excesso de atividade física.

Sintoma: cansaço físico intenso.

Mental

Causa: excesso de atividade intelectual.

Sintomas: dificuldade na concentração, irritabilidade, cefaleia.

Emocional

Causa: exposição a situações de estresse excessivo.

Sintomas: ansiedade, depressão, perda de sono.

Crônica

Causa: grande carga de estresse na rotina, principalmente no trabalho e nas relações íntimas e familiares.

Sintomas: fadiga incapacitante e prolongada, com duração de pelo menos seis meses; tendência depressiva; dificuldade de lidar com estresse quando comparado aos indivíduos saudáveis.

Fontes: clínico geral do Hospital iFor, da Rede D’Or São Luiz, Dr. Edson Meime Jibrim; e clínico geral do Hospital Anchieta, Dr. Daniel Boczar

Protagonistas do consumo

Edição 303 - 2018-02-01 Protagonistas do consumo

Essa matéria faz parte da Edição 303 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.