fbpx

Preparando o varejo para o fim do ano

Olhando para a vida real do varejo, as vitrines e a decoração foram antecipadas, avisando que o ano está acabando

Nunca foi tão necessário dar atenção para a época mais importante do ano, o Natal. Por mais que haja gente que não acredite mais, Papai Noel sempre vem e auxilia o comércio a lucrar na maioria dos ramos de atividade e a farmácia é um deles, se os proprietários estiverem focados nisso. Novembro é a fase de pré-Natal.

Nosso objetivo é que a farmácia e equipe estejam bastante preparadas para trazer muita rentabilidade e resultados positivos à empresa.

Alguns aspectos são vitais para preparar a farmácia:

1. Produtos competentes e impactantes na loja: que se dividem em itens básicos, de tendência e os sazonais. É hora de garantir a disponibilidade dos itens básicos, aqueles que constroem e sustentam sua empresa o ano inteiro.

Há clientes que esperam o ano todo para comprá-los. No Natal, eles têm de estar lá, como, por exemplo, um dermocosmético que só pode ser adquirido com a presença do 13º salário.

Os de tendência para o Natal e Ano-Novo têm de ser comprados em grande variedade, mas com uma profundidade dosada para não sobrar.

Há ainda os sazonais, que permitem vender aquilo que os clientes procuram para a temporada, como os antidiarreicos; antiácidos; bronzeadores, protetores solares; entre outros.

2. A cara de Natal da loja: o cliente que passar por sua loja tem de achar que Papai Noel está lá dentro, esperando por ele.

Capriche na execução dos temas natalinos com bom gosto. Se tiver dificuldade, contrate um profissional para ajudá-lo na decoração, pelo menos em dezembro, na tarefa de “maquiar” e embelezar a loja.

Cuide de cada detalhe, da porta de entrada até a embalagem para os presentes.

3. Gente competente e motivada: muitos varejistas treinam o seu pessoal em janeiro. Mês de pouco movimento quando sobra tempo. A pergunta vital é quando haverá mais necessidade de treinamento? Dezembro? Então de que adianta treinar em janeiro? Comece já e termine o treinamento para as vendas de Natal até 30 de novembro.

Exercite a gentileza, a solidariedade, os cuidados com os idosos, com os solitários, com as crianças e até para com aqueles que têm poucos recursos.

Funcionários temporários ou extras para o Natal? Se for contratar extras, comece a recrutar já. Se você for procurar no fim de novembro, não vai achar mais ninguém bom.

Combine com a sua equipe o dimensionamento do quadro-base dos temporários. Não tenha a ilusão de que todos os funcionários vão poder dobrar o horário e conseguir suprir a sua necessidade de atendimento.

Caso tenha feito anotações no Natal de 2016, use-as para aperfeiçoar o seu trabalho deste ano. Se não fez, comece agora, faça um diário das coisas que acontecerem neste ano para usar na programação de 2018.

Aliás, é isso que você deveria ter feito no ano passado. Mas se não fez, sempre há tempo. Evite que o seu 2017 seja uma odisseia. Aprenda com os erros. E não os repita!

Foto: Shutterstock

Marco histórico

Edição 300 - 2017-11-01 Marco histórico

Essa matéria faz parte da Edição 300 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o colunista

Silvia Osso

Palestrante e consultora de empresas. Especialista em varejo e autora dos livros destinados ao varejo e serviços denominados "Atender bem dá lucro"; "Administração de recursos humanos em farmácia", "Programa prático de Marketing e Farmácias"; "Liderança para Todos" . Para adquirir os livros, acesse: www.lojacontento.com.br. E-mail: siosso@uol.com.br.