Saúde bucal: a sensibilidade dentária

Cerca de 30% dos brasileiros sofrem de sensibilidade dentária, sendo o principal problema de saúde bucal da população

Ele acontece de maneira consciente e inconsciente: inconsciente porque os pacientes não costumam ter conhecimento que aquele incômodo se trata de hipersensiblidade dentária e consciente entre aqueles que correlacionam o incômodo à sensibilidade.

Os sinais de ocorrência de sensibilidade são bastante variados e vão desde sensações de choquinho a fisgadas mais intensas. Ela é provocada por alimentos gelados, ácidos ou até doces.

As mulheres são mais acometidas por terem 21% mais lesões cervicais não cariosas (uma perda irreversível de uma parte da estrutura dentária que surge na cervical do dente) do que os homens. A maior incidência também é causada pela vaidade das mulheres, que costumam fazer mais clareamento dental do que os homens.

Para ajudar os pacientes no alívio dos sintomas, a indústria oferece cremes dentais específicos para dentes sensíveis. Novas tecnologias vêm sendo desenvolvidas, para que os produtos se aproximem, cada vez mais, no que diz respeito à textura e ao sabor, dos tradicionais.

O cuidado com a beleza dos dentes é responsável pela atenção à higienização e saúde bucal do brasileiro. Escovação correta previne não só contra doenças na boca, mas em todo o organismo.

Fonte: dentista especializada em sensibilidade nos dentes da GSK, Dra. Thais Azevedo
Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print
Estrelas do mês

Edição 302 - 2018-01-01 Estrelas do mês

Essa matéria faz parte da Edição 302 da Revista Guia da Farmácia.