fbpx

Sua empresa está pronta para atender ao eSocial?

O envio de informações pelo empregador em relação aos seus trabalhadores deverá ser cumprido por todas as empresas atuantes no Brasil

A obrigatoriedade do eSocial, projeto do governo federal para unificar o envio de informações pelo empregador em relação aos seus trabalhadores, parece ter vindo para ficar. Acho importante destacar que dados referentes a folha de pagamento, fiscais (aquisições e comercializações de produção rural e cadastro de trabalhadores avulsos não portuários), previdenciários, medicina e segurança do trabalho e informações referentes aos processos judiciais, se integrarão numa grande rede de informação que permitirá o acompanhamento do governo, em tempo real, sobre todas as operações empresariais.

Por isso, as empresas, indústrias e os laboratórios do setor farmacêutico, com faturamento acima de R$ 78 milhões em 2014, têm o prazo até agosto de 2016 para finalizar a implantação do eSocial e as demais têm o prazo até dezembro de 2016, datas das entregas da carga inicial dos dados ao ambiente nacional do eSocial. Até lá, será preciso identificar todos os processos que serão impactados pelo eSocial para que a transição de cultura das etapas diárias aconteça de forma gradativa e eficiente.

As empresas precisam se preparar e avaliar alguns passos para atingir a excelência nessa implantação, assim como: conscientização do projeto pela empresa por meio de eventos e plano de comunicação; criação de comitê entre as áreas para discutir e definir o andamento do projeto; integração entre as áreas; avaliação da base de dados para adequação cadastral; adequação da qualificação cadastral; revisão e adequação dos processos e políticas da empresa; e avaliação da tecnologia utilizada. Para ajudar nesses processos, a Apdata do Brasil, especialista no desenvolvimento de softwares de alta tecnologia e serviços de outsourcing para gestão de pessoas, participa, desde 2013, de discussões com os setores público e privado para adaptações necessárias do sistema.

Além disso, aprimorou a sua tecnologia, o software GA – Global Antares, além de seus serviços de terceirização, com o objetivo de facilitar o processo de integração e gestão do eSocial nas organizações, principalmente para os profissionais de RH que vão precisar ter contato direto com essa plataforma do governo federal.  A Apdata também disponibiliza a Consultoria eSocial, em que os profissionais especializados da empresa analisam e reconhecem as mudanças necessárias para que as novas regras do eSocial sejam implementadas e cumpridas com transparência e eficiência.

Autor: Paulo Oliveira
Coordenador de marketing da Ap​data e participante do Comitê Administrativo eSocial Apdata (www.apdata.com.br)

 

Saúde na América Latina

Edição 277 - 2015-12-01 Saúde na América Latina

Essa matéria faz parte da Edição 277 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o colunista

Paulo Oliveira

Coordenador de marketing da Ap​data e participante do Comitê Administrativo eSocial Apdata



Deixe um comentário