fbpx

Tenha gerentes que batam metas!

Crie uma trilha de desenvolvimento para a formação de novos profissionais ou para a reciclagem daqueles que já estão no cargo. Planos de treinamentos são essenciais

Atuamos em um segmento consolidado que cresce anualmente, mas que  também apresenta suas particularidades. No conteúdo desta edição, vou abordar os desafios de ter um farmacêutico gerente dentro da farmácia.

Muitas vezes, para otimizarem seus recursos, as empresas acreditam que ter um farmacêutico gerente é o melhor caminho, pois dessa forma, terá um número menor de colaboradores, menor custo e um único profissional para fazer diversas atribuições.

Veja Mais

Fazendo uma reflexão por esse ponto de vista, estão corretos, mas será que esses profissionais performam com a mesma intensidade e entrega de resultados quando eu tenho apenas um profissional dedicado para a atribuição de gerente?

Conheço empresas nas quais o formato de farmacêutico gerente deu certo e outras que tentaram e não obtiveram sucesso, retornando ao antigo modelo, tendo um farmacêutico e outro gerente.

Independentemente do tamanho, capilaridade e faturamento da sua empresa, se você julgar que esse novo modelo é viável, sugiro que inicie com um projeto-piloto e faça correções durante o processo de implementação, além de checar as vantagens e desvantagens desse modelo de gestão. Eu não sugiro que você implemente esse modelo em todas as lojas de uma única vez. Faça testes e, à medida que for avançando, você ganhará mais confiança para implementá-lo em todas as unidades.

Acredito que o maior desafio de ter farmacêuticos gerentes é a falta de conhecimento sobre gestão desses profissionais, porque infelizmente durante toda a graduação são lapidados para terem o conhecimento técnico e acabam aprendendo muito pouco, ou quase nada, sobre planejamento estratégico, KPIs (Key Performance Indicator, ou os famosos Indicadores-Chave de Desempenho), estratégia, mercado, desenvolvimento de pessoas etc.

Por isso, se você tiver um departamento de Recursos Humanos (RH) ou Desenvolvimento Organizacional (DO) na sua empresa, converse com as pessoas responsáveis para que seja criada uma trilha de desenvolvimento para formação desses novos gerentes ou para a reciclagem daqueles que já estão no cargo. Se você não possui RH ou DO, busque alternativas para criar planos de treinamentos para os seus colaboradores.

Se você não tem a cultura de treinamento e desenvolvimento de pessoas em sua empresa, provavelmente esse seja um dos maiores erros que você esteja cometendo e isso pode ser um dos fatores que faz com que você perca espaço no mercado para seus concorrentes. Chegou o momento de você assumir as rédeas da sua empresa, da sua gestão e analisar profundamente como você pode melhorá-la para continuar nesse mercado de alta competitividade.

Sucesso é uma decisão!

Foto: Shutterstock

Elas já são maiorias

Edição 315 - 2019-02-02 Elas já são maiorias

Essa matéria faz parte da Edição 315 da Revista Guia da Farmácia.

Sobre o autor

Pedro Dias

Diretor do Instituto Pedro Dias.