Medicamentos de marca ainda são a preferência entre consumidores

Segundo estudo do IFEPEC, 63,55% dos brasileiros já compraram pelo menos uma unidade destes fármacos

Estudo indica 63,55% dos brasileiros compraram pelo menos uma unidade de medicamentos de marca. Os dados, extraídos da Pesquisa de Comportamento do Cliente na Farmácia 2019, realizada pelo Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Corporativa (IFEPEC) em parceria com o Núcleo de Economia Industrial e da Tecnologia (NEIT), do Instituto de Economia da Universidade de Campinas (Unicamp), também revelam que 63,45% dos entrevistados compraram pelo menos uma unidade de genérico.

Nos casos em que as pessoas adquiriram apenas um tipo de medicamento, o produto de marca volta a se destacar com 27,20% comprando apenas esse tipo de produto. Já 23,53% optaram apenas por genéricos e 4,60% por não medicamentos. “Observa-se um aspecto interessante desse mercado, que é o crescimento dos genéricos, porém ainda se tem uma força contínua dos medicamentos de marca. Também se observa que a aquisição de não medicamentos normalmente vem associada a aquisição de medicamentos”, explica o presidente da Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar), Edison Tamascia, que encomendou a pesquisa.

Segundo o executivo, o crescimento do espaço dos genéricos se deve a vários fatores, entre os quais se destacam os valores que são mais acessíveis e o crescimento na confiança desses produtos por parte da população. “O objetivo da pesquisa foi extrair um retrato mais próximo da realidade do comportamento dos clientes nas farmácias de cada região e dos seus respectivos agrupamentos e, com isso, permitir aos proprietários de farmácias e de redes de lojas a análise das características do mercado, facilitando a tomada de decisão”, avalia Tamascia. A pesquisa entrevistou quatro mil clientes de farmácias. Os consumidores foram abordados no momento que saíam das lojas nas quais efetuaram a compra.

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Genéricos completam 20 anos gerando economia de R$ 127 bilhões

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário