Medicamentos fazem inflação de abril atingir maior patamar em 3 anos

IPCA alcançou 0,57%, maior variação para um mês de abril desde 2016

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de abril, que mede a inflação, alcançou 0,57%, segundo dados divulgados na última sexta-feira (10), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A variação acumulada no ano foi de 2,09%. Essas duas variações são as maiores para um mês de abril desde 2016 (0,61% e 3,25%, respectivamente). O acumulado dos últimos doze meses foi para 4,94%, contra os 4,58% nos 12 meses imediatamente anteriores. Em abril de 2018, a taxa foi de 0,22%.

O resultado da inflação de abril sofreu forte influência do grupo Saúde e Cuidados Pessoais,  que se destacou com a maior variação (1,51%) e o maior impacto (0,18 p.p.) entre os grupos de produtos e serviços pesquisados. As principais altas foram nos grupamentos de medicamentos (2,25%), refletindo o reajuste anual, em vigor desde 31 de março, com teto de 4,33%; higiene pessoal (2,76%), com destaque para os perfumes (de 1,45% em março para 6,56% em abril) e planos de saúde (0,80%).

Grupo Março (variação %) Abril (variação %) Março (impacto p.p.) Abril (impacto p.p.)’
Índice geral 0.75 0,57 0,75 0,57
Alimentação e Bebidas 1,37 0.63 0,34 0,16
Habitação 0,25 0,24 0,04 0,04
Artigos de Residência 0,27 -0,24 0,01 -0,01
Vestuário 0,45 0,18 0,02 0,01
Transportes 1,44 0.94 0,26 0,17
Saúde e Cuidados Pessoais 0,42 1,51 0,05 0,18
Despesas Pessoais 0,16 0,17 0,02 0,02
Educação 0,32 0,09 0,02 0,00
Comunicação -0,22 0,03 -0,01 0,00

Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Índices de Preços

O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento monetário de 01 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília. Para o cálculo do índice do mês foram comparados os preços coletados no período de 30 de março a 30 de abril de 2019 (referência) com os preços vigentes no período de 27 de fevereiro a 29 de março de 2019 (base).

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Descarte de medicamentos pode ter logística reversa obrigatória

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário