Ministério da Saúde confirma nova compra da Coronavac

MS confirmou a compra de mais 54 milhões de doses da Coronavac que se somará, então, às 46 milhões de unidades já adquiridas pela União

 O Ministério da Saúde (MS) confirmou no dia 1º de fevereiro que efetivará uma nova  compra de mais 54 milhões de doses da Coronavac.
O lote se somará, então, às 46 milhões de unidades já adquiridas pela União.
Em nota, a pasta disse que vai firmar o contrato de compra das doses junto ao Butantan “semana que vem” e ressaltou que “está solicitando a antecipação do registro da vacina na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para ampliar a vacinação para toda a população”.
Por enquanto, a Coronavac tem só autorização de uso emergencial.
 O Butantan e o governo paulista vinham pressionando o MS desde o início da semana pela confirmação do novo contrato para a realização desta  nova compra da Coronavac.
O diretor do instituto, Dimas Covas, afirmou que, se a pasta não efetivasse a compra, iria exportar as doses excedentes a países da América Latina.
O governador João Doria  disse que, caso o governo federal não manifestasse interesse até semana que vem, as doses poderiam ser vendidas para Estados e municípios.
O MS justificava que, por contrato, tinha até maio para decidir sobre o novo lote.
Mas a pressão de governadores e prefeitos e as críticas de especialistas sobre a demora na definição pesaram para que a pasta antecipasse a decisão.

Bula indica que Coronavac é contraindicada para poucas pessoas

Fonte: O Estado de S.Paulo

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário