fbpx

MSD adquire fabricante de medicamentos para o câncer por US$ 1 bilhão

Negociação será concluída no terceiro trimestre de 2019

A Merck, conhecida como MSD fora dos Estados Unidos e Canadá, e a Peloton Therapeutics anunciaram que as empresas firmaram um acordo definitivo pelo qual a Merck, por meio de uma subsidiária, adquirirá a Peloton Therapeutics, que produz fármacos para o tratamento do câncer. O principal produto da Peloton é o PT2977, um novo inibidor oral de HIF-2α no desenvolvimento tardio do carcinoma de células renais (CCR).

“Esta aquisição exemplifica a estratégia da Merck de buscar novos candidatos terapêuticos baseados em pesquisas excepcionalmente promissoras e inovadoras”, disse o presidente da Merck Research Laboratories, Dr. Roger M. Perlmutter. “Os cientistas do Peloton aplicaram sua especialidade única na biologia do HIF-2α para desenvolver o PT2977, que já mostrou atividade intrigante no tratamento do carcinoma de células renais. Estamos ansiosos para fazer avançar esse ativo de estágio avançado como parte de nosso amplo programa de pesquisa e desenvolvimento em oncologia. ”

Veja Mais

Sob os termos do contrato, a Merck, por meio de uma subsidiária, adquirirá todas as ações em circulação da Peloton em troca de um pagamento antecipado de US $ 1,05 bilhão em dinheiro. “A Merck é reconhecida como líder na pesquisa do câncer e compartilha nosso compromisso de acelerar o desenvolvimento de candidatos direcionados ao HIF-2α para ajudar pacientes com câncer avançado e outras doenças”, disse o diretor executivo da Peloton, John A. Josey. “Estamos orgulhosos de ter avançado o PT2977 para esse estágio de desenvolvimento e acreditamos que a Merck está bem preparada para aproveitar o progresso que nossa empresa fez”.

As empresas antecipam que a aquisição será concluída no terceiro trimestre de 2019.

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Takeda: receita consolidada cresce 18,5% em 2018

Deixe um comentário