fbpx

Myralis Indústria Farmacêutica terá financiamento de R$ 36,1 milhões do BNDES

Fábrica de medicamentos do interior de São Paulo investirá R$ 36,1 milhões em estrutura de P&D e no aumento da capacidade produtiva

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovouum financiamento no valor de R$ 36,1 milhões para a Myralis Indústria Farmacêutica, com objetivo de investir em Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), na ampliação da capacidade produtiva e em infraestrutura de apoio à produção nas unidades da empresa em Valinhos e Aguaí, no interior de São Paulo.

O financiamento de R$36,1 milhões do BNDES corresponde a 76,9% do investimento total, que é de R$ 46,9 milhões. Parte dos recursos será aplicada na infraestrutura de inovação da empresa, que passará a contar com área exclusiva, com 1.300 m2, na unidade de Valinhos, ampliando o potencial de desenvolvimento de novos produtos. Para conduzir as pesquisas há expectativa de criação de 30 vagas de alta qualificação, além de geração de 44 empregos indiretos.

Veja Mais

O financiamento destina-se também a uma nova unidade fabril, que possibilitará ampliar a produção na unidade de Aguaí. As novas instalações permitirão aumento da produtividade e da qualidade dos produtos. Após a conclusão do projeto, a capacidade produtiva da companhia deverá ser ampliada em 19%, atingindo 23 milhões de unidades por ano.

Histórico da empresa

Fundada em 1994, a Myralis produz medicamentos similares, genéricos e fitoterápicos, além de dermocosméticos, dispositivos médicos, suplementos e vitaminas. Em 2018 a empresa obteve registro na Anvisa para nove produtos novos, e tem perspectivas de diversos lançamentos para 2019 e 2020.

Mercado aquecido

A indústria de fármacos brasileira apresentou vendas de cerca de R$ 75 bilhões em 2018, de acordo com dados do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma). Entre 2015 e 2018, apresentou crescimento de 8,55% ao ano, índice bem superior à taxa anual do Produto Interno Bruto (PIB), que foi de cerca de 3,3%, o que evidencia a força do setor. Apesar disso, verifica-se déficit de R$ 5,3 bilhões na balança comercial, fortemente influenciado pela importação de medicamentos complexos. Os investimentos em P&D são importantes para melhora desse cenário, fortalecendo a indústria farmacêutica nacional, agregando maior valor ao portfólio e ampliando a competitividade das empresas.

Foto: Shutterstock
Fonte: BNDES

 

Leia também: Cimed tem financiamento de R$ 100 milhões aprovado pelo BNDES para construção de nova fábrica

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.

Deixe um comentário