fbpx

Neo Acelera seleciona oito projetos de impacto social em saúde

A Neo Acelera, iniciativa da Neo Química, apoiada pela Yunus Negócios Sociais, visa promover o avanço da atenção primária à saúde no País

A Neo Acelera, aceleradora da Neo Química, acaba de selecionar oito projetos de impacto social na área de saúde para participar do seu programa. São três negócios sociais de São Paulo (SP), três do Rio de Janeiro (RJ), um de Campina Grande (PB) e um de Londrina (PR). Eles foram escolhidos entre 384 projetos inscritos.

A iniciativa da marca, apoiada pela Yunus Negócios Sociais, visa promover o avanço da atenção primária à saúde no Brasil, apoiando projetos empreendedores que gerem benefícios nas comunidades em que atuam.

Veja Mais

A Neo Acelera é a primeira aceleradora de saúde do país com foco em inovação social. Ela é direcionada aos desafios da atenção primária, que envolve cuidados integrados, acessíveis e baseados na comunidade. Contudo, trata-se de uma das dez prioridades da Organização Mundial de Saúde (OMS) para 2019.

O programa de aceleração foi criado em maio deste ano para celebrar os 60 anos de fundação da Neo Química.
“Os projetos selecionados revelam a diversidade de expertises e de caminhos que podemos seguir para vencermos variados desafios de saúde no país. Além disso, eles se aliam ao nosso principal propósito, que é o de cuidar e levar a saúde para todos os brasileiros”, afirma a diretora de marketing e inovação da Neo Química, Jurema Aguiar.

A escolha dos candidatos pela Neo Aceleradora

Dessa forma, os escolhidos foram selecionados com base em quatro critérios: potencial de impacto socioambiental; alcance ou previsão de sustentabilidade financeira; qualificação de equipe de empreendedores responsável; e potencial de escalabilidade ou replicabilidade da solução.

O grupo passará por um programa de três meses de aceleração. O programa contará com encontros presenciais, de capacitação do empreendedor e do seu negócio. Além disso, eles terão mentorias de experts do mercado e acompanhamento semanal da equipe da Yunus. Assim, os empreendimentos poderão receber um investimento de R$ 150 mil para desenvolver e aumentar o impacto do negócio.

Foto: Shutterstock
Fonte: Neo Química

Não se automedique, consulte um profissional de saúde.

Deixe um comentário