Nove em cada dez brasileiros usam remédio sem receita

Hábito de tomar remédio sem receita traz riscos para a vida dos pacientes, mas a automedicação é extremamente comum entre brasileiros

Aproximadamente nove em cada dez pessoas tomam remédio sem receita médica no Brasil. O número foi revelado pela Pesquisa de Automedicação, do Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico (ICTQ), realizada em 2022.

Ainda que o hábito seja extremamente comum entre os brasileiros, especialistas alertam que a automedicação pode trazer riscos para a saúde e eventualmente até matar.

Apesar de parecer uma solução simples e eficaz, tomar remédios por conta própria pode complicar o tratamento de casos inicialmente simples e mascarar doenças mais graves que exigem um diagnóstico médico a partir de seus sintomas.

Segundo o neurocirurgião Guilherme Rossoni, tomar remédio sem receita pode também matar. “A automedicação é algo extremamente perigoso e até mesmo fatal. Isso porque, além de consequências como intoxicação e ineficácia no tratamento correto, se corre risco de morte”, alerta.

O especialista pede atenção redobrada com os antibióticos, medicamentos necessários para combater infecções. O neurocirurgião destaca que seu uso incorreto pode piorar o quadro do paciente.

Exclusivo: Os 20 medicamentos mais prescritos no Brasil em 2022

Fonte: Metropoles

Foto: Shutterstock

Deixe um comentário