O efeito do acordo de livre-comércio nos medicamentos genéricos

As exigências da União Europeia para o acordo podem prejudicar a produção de medicamentos genéricos no Brasil

Apesar das inegáveis vantagens, o acordo de livre comércio do Mercado Comum do Sul (Mercosul) com a União Europeia (UE) pode prejudicar a produção de medicamentos genéricos no Brasil. Isso porque a UE almeja que os integrantes do Mercosul se comprometam a só quebrar patentes cinco anos após o registro do produto. O alerta partiu do especialista em contratos internacionais e sócio do Chenut Oliveira Santiago Advogados, Philippe Boutaud-Sanz. “Só depois de o acordo ser homologado poderemos avaliar os reflexos na economia”, diz.

Foto: Shutterstock
Fonte: Correio Braziliense

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário