Passaporte da vacinação: como obter o certificado de imunização

Certificado pode ser obtido em app do Ministério da Saúde

Quem já completou o esquema vacinal contra a Covid-19 (duas doses ou dose única, no caso da Janssen) já pode emitir o chamado “passaporte” ou certificado de imunização no Conecte SUS, o aplicativo oficial do Ministério da Saúde (MS).

A comprovação já passou a ser cobrada, por exemplo, em espaços públicos na cidade do Rio de Janeiro e em alguns estabelecimentos de São Paulo.

Por todo o país, há municípios que passaram a exigir o documento para determinados locais ou tipos de evento.

No entanto, há casos em que pode, então, ser apresentada a própria caderneta de vacina ou um papel timbrado da secretaria municipal de saúde, como no Rio.

Contudo, o certificado emitido pelo aplicativo Conecte SUS pode servir para qualquer circunstância.

E tem opções em português, espanhol e inglês.

O certificado do SUS pode, inclusive, ser usado em viagens internacionais, para onde já é permitida a entrada de brasileiros.

No caso do Android, uma atualização do app está disponível para ser baixada na Play Store.

1. O que é o Conecte SUS?

O Conecte SUS é um aplicativo gratuito do MS.

Ele mostra as informações gerais de cada cidadão, como a carteira de vacinação digital e o certificado nacional de vacinação contra a Covid-19.

De acordo com o histórico de cada pessoa, ele pode ainda reunir os resultados de exames laboratoriais de Covid-19, os medicamentos da “Farmácia Popular”.

Além de registros de doações de sangue e o acompanhamento da posição na fila de transplantes, por exemplo.

No entanto, atualmente, o Conecte SUS apresenta somente os dados da vacinação contra a Covid-19.

Dados de outras vacinas aplicadas pelo SUS serão, portanto, adicionados gradualmente, de acordo com os responsáveis pelo aplicativo.

2. Como usar e fazer o cadastro?

Você pode baixar o aplicativo gratuitamente no seu smartphone ou pode acessar o Conecte SUS pelo site conectesus.saude.gov.br.

Há versões tanto para os sistemas operacionais iOS quanto Android.

No entanto, para acessar, é preciso ter uma conta no sistema do governo federal.

Que pode, então, ser realizada com CPF e um e-mail pelo endereço https://cadastro.acesso.gov.br ou diretamente no aplicativo.

3. Quem envia os dados sobre doses para o Conecte SUS?

De acordo com o MS, as informações contidas no aplicativo são enviadas por estados e municípios pela Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

Já as informações são disponibilizadas em até 72 horas após o envio dos registros para a rede nacional.

Isso vale também para os dados sobre as doses da vacina contra a Covid-19.

4. Minha dose não entrou no sistema, o que eu faço?

O ministério diz que é preciso procurar o local de vacinação, a secretaria estadual ou a municipal de saúde para solicitar o registro.

De acordo com o ministério, as doses devem, portanto, constar no sistema em até 10 dias após a data da vacinação.

Certamente, para mais orientações, o usuário pode acessar o suporte no próprio aplicativo, através, então, do menu “Fale com o Conecte SUS”.

5. O que são o certificado de vacinação e a carteira de vacinação?

O aplicativo permite a emissão de dois tipos diferentes de documentos.

O “Certificado Nacional de Vacinação Covid-19” é específico para a atual campanha de vacinação contra a pandemia do novo coronavírus.

O documento pode ser exibido diretamente do aplicativo e tem uma opção para a exibição do QR Code e comprovação da validade por meio de um código.

O documento consolida as informações sobre as aplicações e comprova que o cidadão tomou as duas doses ou a dose única da Janssen.

Ele pode, portanto, ser emitido também em inglês ou espanhol.

E também pode ser emitido em uma versão PDF em formato que possibilita a impressão, por exemplo, em uma folha no tamanho A4.

O documento, que também pode ser baixado pelo site do Conecte SUS, é, portanto, uma opção para comprovar a conclusão do esquema vacinal em viagens internacionais.

E também em território nacional, pode ser usado, por exemplo, no Rio de Janeiro.

Além do certificado, o aplicativo e o site também permite a emissão, portanto, da carteira de vacinação.

Ou seja, no futuro, todas as vacinas aplicadas para as demais doenças estarão registradas nesta carteirinha virtual.

6. Como emitir o certificado de vacinação ou a carteira de vacinação?

É possível obter os dois documentos tanto pelo site quanto pelo aplicativo.

Também é possível baixar os documentos no formato PDF. Ambos têm validade de 12 meses.

Certificado nacional de vacinação:

  • No site ou no aplicativo, clique na aba ‘vacinas’
  • Depois, clique no box que contém as informações da dose (fabricante, lote, local e data das aplicações, portanto, das doses).
  • Em seguida, clique em ‘certificado de vacinação’ – essa opção só aparece para quem completou, então, o esquema vacinal.
  • O documento tem as informações do cidadão e um QR Code disponível em português, inglês e espanhol.
  • Para emitir o certificado em outro idioma, clique na bandeira e nas iniciais do país no topo da página. A saber, o sistema alterna automaticamente a versão.

Carteira de vacinação:

  • No site ou no aplicativo, clique na aba ‘vacinas’
  • No final da página, clique em ‘carteira de vacinação digital’ – o documento traz dados da pessoa que tomou a vacina e as doses administradas, data, lote e local de vacinação.
  • É possível obter a carteira de vacinação mesmo sem ter tomado as duas doses.

7. O certificado de imunização pode ser usado em viagens internacionais?

Sim. 

“O cidadão pode apresentar o certificado nacional sempre que necessitar, a exemplo de viagens internacionais, onde alguns países que reconhecem o documento para a entrada de brasileiros em seu território, visto também que ainda não tem uma definição de um certificado internacional”, de acordo com o MS.

São Paulo terá passaporte de vacinação para entrada em estabelecimentos 

Fonte: G1

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário