fbpx

Guia da Farmácia Responde

Suas dúvidas respondidas por consultores especializados.

Recomendamos que nesses casos o preenchimento deverá ser feito pelo médico (mesma caneta), entratanto, recomendamos procurar a Vigilância Sanitária local e coletar estar informações diretamente com o fiscal, vez que, o que se preconiza em legislação é que venha preenchido pelo médico, pois caso haja divergência no preenchimento “caneta de cor diferente” pode-se entender como rasura.


Com relação a escolaridade do atendente de farmácia seria interessante que o atendente tenha realizado o curso técnico em farmácia, assim o mesmo terá a noção de todo o contexto da drogaria. Porém, vale lembrar que o técnico em farmácia não será responsável técnico pela drogaria, mas sim o farmacêutico com formação a nível superior.


Conforme recomendações do PROCON-SP,  ressalta-se ainda, que no caso de medicamentos sujeitos ao controle da Portaria SVS/MS nº 344/1998, não há possibilidade de serem aceitas devoluções, com exceção da situação de desvio de qualidade. Nesse caso, como você queria um laboratório específico não deveria ter realizado a compra do produto e procurado em outras drogarias.


Em pesquisas realizadas (literatura e fabricante) não foram encontradas e relatadas nenhuma interação medicamentosa, porém, ressaltamos o médico deverá ser informado sobre todos os medicamentos em uso e tratamento para o procedimento que irá fazer no rosto, assim ele tomará as condutas necessárias.


Nesse caso, os pagamentos do Programa Aqui Tem Farmácia Popular são realizados por competência mensal, considerando-se do primeiro ao último dia do mês, e devem ser efetivados pelo Fundo Nacional de Saúde até o último dia do mês subsequente às vendas. Os valores repassados estão disponíveis para consulta no site www.fns.saude.gov.br, na aba “Consulta Detalhada”, devendo ser indicado obrigatoriamente o ano, tipo de consulta (outros pagamentos) e o CNPJ. Os valores referentes às autorizações consolidadas podem ser verificados no portal https://aplicacao.saude.gov.br/portalfarmacia/login.jsf, com acesso por meio de usuário e senha da empresa. O sistema realiza a busca por faixa de períodos…


As bebidas alcoólicas que contém etanol (álcool,) possuem ação psicoativa no organismo com atividade depressora no Sistema Nervoso Central (SNC) e, após pesquisas realizadas em literatura e em consulta com o fabricante, não foram verificadas interações medicamentosas. Porém, recomenda-se evitar o uso de álcool durante a utilização da medicação.


O uso de Torsilax (carisoprodol + diclofenaco sódico + paracetamol + cafeína) em pacientes que possuem pressão alta “controlada” pode ser feito desde que com acompanhamento médico. Pacientes com hipertensão grave, o uso de torsilax deve ser evitado. Destacamos que o uso inadequado de anti-inflamatórios podem prejudicar a função renal. Portanto, o uso desta medicação deve ser com recomendação e prescrição médica.


É necessário que a farmácia faça seu credenciamento nas empresa que oferecem os PBMs (programa de benefícios de medicamentos) como exemplo podemos citar os programas e-Pharma, Vida Link, Vale mais Saúde entre outros que fazem parte do grupo de PBMs. Neste caso você deve se cadastrar junto as empresa que oferecem esse tipo de benefício e/ou contratar uma empresa (terceirizar) para credenciar a sua empresa junto à estes programas.


1 2 3 9