Por que tomar a vacina contra a gripe é ainda mais importante durante a pandemia de Covid-19?

Além de aumentar a proteção dos mais vulneráveis contra o vírus da Influenza, a imunização também ajuda a aliviar a sobrecarga do sistema de saúde

Manter a vacina da gripe em dia durante a pandemia é essencial para a saúde.

O Ministério da Saúde (MS) promove em todo o Brasil a campanha anual de vacinação contra a gripe com a chegada das baixas temperaturas.

A imunização começou no dia 12 de abril e busca combater três subtipos do vírus também conhecido como influenza: H1N1, H3N2 e Influenza B.

Embora não proteja contra o coronavírus, se vacinar contra a gripe é mais importante ainda em tempos de pandemia.

Contudo, de acordo com a Organização Panamericana de Saúde (Opas), a Influenza ocorre durante todo o ano, mas é mais frequente no outono e no inverno.

Durante uma epidemia sazonal de gripe, entre 5% e 15% da população é infectada, resultando em aproximadamente 3 a 5 milhões de casos graves por ano e de 250 a 500 mil mortes no mundo, principalmente entre idosos e portadores de doenças crônicas.

O vírus da gripe é altamente contagioso, afetando principalmente pessoas idosas e com comorbidades.

A infecção dura aproximadamente uma semana, e pode levar a complicações como pneumonia grave e até mesmo a morte.

Sua ampla disseminação também pode sobrecarregar as unidades de saúde e hospitais.

Daí a importância de, anualmente, o máximo de pessoas possível se vacinar, com o objetivo, então de diminuir o número de contágio.

E, por consequência, de pessoas acometidas pela doença de forma mais grave ou até mesmo fatal.

Quais os benefícios da vacina contra a gripe durante a pandemia?

  1. Reduz as confusões com os sintomas de Covid-19
    Dificuldades respiratórias, dores no corpo, febre e pneumonia são alguns dos sintomas em comum entre a gripe e o coronavírus. Muita gente pode procurar o hospital achando estar com Covid-19 e ficar suscetível ao contágio deste vírus. Diminuir o contágio da Influenza ajuda os profissionais da saúde a focarem no combate à pandemia;
  2. Protege os vulneráveis
    Pessoas idosas ou com comorbidade são mais vulneráveis aos efeitos das duas doenças. Caso contraiam a gripe, podem ter o sistema imunológico prejudicado, favorecendo assim o surgimento de outras infecções, como a Covid-19. Assim, a imunização contra a Influenza acaba protegendo as pessoas com a saúde mais delicada;
  3. Reduz a superlotação dos hospitais
    A gripe pode levar a complicações como pneumonia grave, que necessita de internação e pode levar à morte.
    Reduzir seu contágio impede que mais pessoas precisem procurar as unidades de saúde, evitando assim a sobrecarga dos leitos hospitalares.

 

Fonte: G1

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário