Prati-Donaduzzi anuncia que atuará na área de prescrição

A partir de janeiro de 2020 a farmacêutica paranaense, Prati-Donaduzzi, atuará também na área de prescrição médica

A Prati-Donaduzzi comemora hoje (03/12) 26 anos. Mantendo seu crescimento acelerado, a farmacêutica com sede em Toledo (PR), lançou este ano 58 apresentações de medicamentos, totalizando em seu portfólio 365 opções de tratamentos. A companhia tem investido no aperfeiçoamento dos processos, sobretudo em pesquisa, inovação e aquisição de novos equipamentos.

Em 2020, a Prati dará um novo salto. A indústria que começou sua trajetória de forma simples, adotará uma nova estratégia de mercado e a partir de janeiro também passa a atuar na área de prescrição médica. A empresa terá um portfólio de medicamentos de marca, principalmente ligados ao Sistema Nervoso Central (SNC), indicados para tratar doenças como parkinson, alzheimer, epilepsia e epilepsia refratária, ansiedade, depressão e demência.

De acordo com o diretor-presidente da Prati-Donaduzzi, Eder Fernando Maffissoni, essa nova etapa demonstra o amadurecimento da empresa e a preocupação com a saúde dos brasileiros. “Com a entrada na área de prescrição médica, a Prati estará presente em todos os setores do mercado farmacêutico. Nas unidades públicas de saúde, nas mais de 55 mil farmácias brasileiras e agora, em sua terceira etapa, junto aos médicos”, explica.

Novos investimentos da Prati-Donaduzzi

Para iniciar esta nova fase, a empresa está montando uma equipe de propagandistas para visitar os médicos especialistas nas doenças do Sistema Nervoso Central, em todo o Brasil. “Com essa estratégia de atuação, a Prati ocupará uma posição de relevância frente a indústria farmacêutica nacional. Desse modo, atuará no fortalecimento do nome da empresa junto a classe médica”, explica o diretor de Prescrição Médica da Prati-Donaduzzi, Edilson Bianqui.

A farmacêutica está prospectando com o objetivo de abrir uma unidade de negócios fora do Brasil, nos Estados Unidos ou Canadá. Em outubro deste ano, os executivos do Grupo Prati-Donaduzzi visitaram parques tecnológicos, universidades e incubadoras de Miami, Tampa, Gainesville e Orlando nos Estados Unidos e, Montreal, no Canadá.

“Fomos à procura de um bom lugar para nos instalar. Isso porque queremos estar presentes em um ecossistema de inovação. O objetivo é licenciar e desenvolver produtos inovadores a serem comercializados pela Prati-Donaduzzi no Brasil e exterior”, disse Maffissoni.

Além disso, pela primeira vez em sua história, a empresa também participou da edição da CPhI Worldwide – 2019. Considerada a maior exposição farmacêutica do planeta, a feira aconteceu em novembro, em Frankfurt, na Alemanha. Na ocasião, a Prati apresentou o insumo farmacêutico ativo, o canabidiol sintético.

Expansão à vista

A empresa também cogita a construção de uma nova unidade fabril. A Agência de Desenvolvimento Econômico do Pernambuco (AD Diper) ofereceu à Prati-Donaduzzi, um pacote de benefícios para construção da nova unidade fabril no estado pernambucano. O Governo do Ceará também cogitou a possibilidade de a empresa construir a fábrica no estado.

Recentemente, o município de São José dos Campos (SP) se apresentou como um local estratégico para abrigar uma nova fábrica da Prati-Donaduzzi. O convite para levar uma filial da indústria paranaense para o estado de São Paulo foi feito pelo secretário de Gestão Administrativa e Finanças de São José dos Campos, José de Mello Correa, em visita à fábrica em Toledo, no Oeste do Paraná.

Foto e fonte: Prati-Donaduzzi

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário