Prati-Donaduzzi comercializará versões mais acessíveis do Canabidiol

A permissão possibilita duas novas opções no mercado, de 20 mg/ml e 50 mg/ml, garantindo mais acessibilidade ao tratamento

A indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi recebeu hoje (22) a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para comercializar duas novas concentrações do seu produto Canabidiol.

A permissão publicada no Diário Oficial da União possibilita duas novas opções no mercado, de 20 mg/ml e 50 mg/ml.

Garantindo, assim, mais acessibilidade ao tratamento com o Canabidiol de produção 100% nacional.

Assim, as novas apresentações chegam ao mercado, portanto, com preços menores à população.

De acordo com o diretor-presidente da Prati-Donaduzzi, Eder Fernando Maffissoni, a previsão é os novos produtos já estejam disponíveis em até duas semanas nas melhores farmácias do Brasil.

Desde abril do ano passado, a farmacêutica tornou o tratamento com canabidiol brasileiro uma realidade.

O produto foi lançado porque a RDC 327/2019 da Anvisa, criou uma nova categoria no Brasil, os produtos de Canabidiol.

Então, agora as novas apresentações somam-se ao portfólio da empresa que já possui em comercialização o Canabidiol Prati-Donaduzzi na concentração 200 mg/ml, apresentado em solução oral ao consumidor.

Disponibilidade

Todas as concentrações do Canabidiol Prati-Donaduzzi são versões do medicamento que está em estágio final de estudo clínico fase III.

Através de uma parceria público-privada entre a indústria farmacêutica e a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da Universidade de São Paulo (SP).

Para o gerente de Inovação e Pesquisa Clínica da Prati-Donaduzzi, Liberato Brum Júnior, colocar produtos à base de Canabidiol no mercado é um compromisso firmado com saúde dos brasileiros.

“Somente nesse projeto são mais de 6 anos de dedicação em pesquisas. Somos a primeira e única farmacêutica brasileira a permitir acesso ao tratamento com Canabidiol produzido em nosso país”.

Liberato diz também que as novas apresentações do produto ampliam, então, as possibilidades de tratamento.

Os novos produtos ampliarão, portanto, as alternativas de prescrição para os profissionais médicos, possibilitando tratamentos com menores concentrações para diferentes patologias.

 

Fonte e foto: Prati-Donaduzzi

 

 

 

Não se automedique, consulte um profissional de saúde.

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário