Prefeito de SP sanciona lei que proíbe venda de medicamentos em supermercados

O CRF-SP acredita que a sanção da Lei nº 17.674/2021 feita pelo por Ricardo Nunes, é uma vitória para toda a sociedade pelos riscos que a possível autorização poderia acarretar à saúde pública

Após trabalho do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) junto à Câmara Municipal de São Paulo, foi publicada no Diário Oficial da Cidade de São Paulo na última sexta-feira (8) a Lei nº 17.674/2021, que “proíbe a venda de qualquer tipo de remédios em mercados, supermercados, conveniências e estabelecimentos similares na cidade de São Paulo, e dá outras providências”.

A proposta foi iniciada com a assessora parlamentar do Conselho na época, Dra. Raquel Rizzi, com o delegado regional da Seccional Centro/Leste do CRF-SP, Dr. Carlos Eduardo Morales, e com o farmacêutico Dr. Wagner Sela que, em nome do CRF-SP, apresentaram o projeto ao vereador Gilberto Natalini.

Posteriormente, com o fim do mandato de Gilberto Natalini, o Dr. Marcos Machado e a diretoria do CRF-SP articularam o andamento do PL 615/2018 com a vereadora Edir Sales, que auxiliou, então, na apresentação da proposta ao secretário da Saúde, Edson Aparecido, que passou a também a apoiar a proibição da venda de medicamentos em supermercados da capital.

Dessa maneira, o presidente do CRF-SP, Dr. Marcos Machado, considera a sanção do projeto uma vitória para toda a sociedade, e lembra que o Conselho batalhou muito pela aprovação dessa medida na Câmara Municipal.

“Nossos representantes fizeram um trabalho incansável desde a apresentação da medida, há três anos, alertando sobre os riscos que a possível autorização de venda de medicamentos em supermercados e estabelecimentos similares poderia acarretar à saúde pública”, afirmou.

“Em nome de todos os farmacêuticos, agradeço o prefeito Ricardo Nunes pela sanção da Lei nº 17.674/2021, bem como o apoio fundamental da vereadora Edir Sales e do secretário Edson Aparecido para essa conquista”, completou o presidente do CRF-SP.

Governo de São Paulo zera ICMS de medicamentos a partir de 2022 

Fonte: CRF-SP

Foto: Sutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário