Profarma divulga lucro de 2019

Com melhorias operacionais e financeiras, Ebitda avança para R$ 115,8 milhões, com margem de 2,4%. Geração operacional de caixa atinge R$ 52,4 milhões, melhor performance acumulada desde 2015

A Profarma divulgou no dia 10 de março de 2020, os resultados do quarto trimestre (4T19) e ano de 2019. Com a conclusão do processo de integração e turnaround das aquisições, aliada à forte disciplina na gestão dos recursos financeiros, registrou um avanço de 12,9% na receita bruta consolidada do Grupo Profarma, que atingiu R$ 5,6 bilhões, enquanto o Ebitda e a margem Ebitda alcançaram R$ 115,8 milhões e 2,4%, respectivamente. Dessa forma, após cinco anos de prejuízo relativo ao movimento estratégico para suportar a entrada no mercado de Varejo, em 2019 a Profarma auferiu lucro líquido de R$ 16,0 milhões. Com geração líquida de caixa de R$ 52,4 milhões mais o incremento do Ebitda, registrou importante melhoria na relação dívida líquida/Ebitda, que caiu para 3,8 vezes no ano.

O vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores da Profarma, Max Fischer, comentou: “A implementação das iniciativas do plano estratégico elaborado em abril de 2018, gerou melhorias operacionais significativas em supply, no mix de vendas, bem como no atendimento a clientes da Distribuição, na relação com fornecedores e consumidores, e na captura de ganhos de escala. Acreditamos que 2020 será ainda melhor, à medida que a economia nacional começar a avançar de forma mais positiva e também por conta de novas e importantes iniciativas que já começaram o ano em curso.”

Destaques por Divisão

Distribuição

A Divisão apresentou crescimento de 18,7% na comparação com 2018 ao atingir R$ 5,2 bilhões, superior ao mercado de acordo com dados da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogaria (Abafarma). O Ebitda alcançou R$ 87,7 milhões e margem de 1,8% – 26,6% acima do ano de 2018, quando registrou R$ 69,2 milhões e uma margem de 2,0%. Destaque também para a redução de 2,6 dias no ciclo de caixa e de R$ 48,0 milhões no capital de giro.

Varejo

A receita bruta da divisão atingiu R$ 1,2 bilhão, o que representa uma redução de 2,1% quando comparado ao ano anterior, em função da redução líquida de oito lojas nesse período (quatorze fechamentos e seis aberturas). Ainda assim, a otimização do portfólio de lojas e as melhorias operacionais colocadas em prática, nos levaram a um aumento no faturamento médio por loja de 1,7%, atingindo R$ 512 mil. O Ebitda atingiu R$ 25,2 milhões e margem de 2,1% em 2019, evolução de R$ 3,0 milhões e 0,3 p.p. em relação ao ano anterior, enquanto o ciclo de caixa permaneceu em linha com o registrado no ano anterior.

O release de resultados do 4T19 da Profarma, com as informações completas, pode ser acessado aqui.

Foto: Shutterstock

Fonte: Grupo Profarma

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário