Proposta estabelece piso salarial de R$ 6,5 mil para os farmacêuticos

De autoria do deputado André Abdon, o valor do piso salarial dos farmacêuticos não se aplica aos órgãos da administração pública direta, indireta, autárquica e fundacional

O Projeto de Lei 1559/21 estabelece piso salarial para o farmacêuticos, devido aos profissionais legalmente habilitados e no exercício da profissão, no valor de R$ 6,5 mil mensais.

O texto está em análise na Câmara dos Deputados.

Conforme a proposta, esse valor deverá ser corrigido pela inflação acumulada de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) entre março de 2021 e o mês imediatamente anterior à vigência da futura lei.

Depois disso, o piso salarial será corrigido anualmente, também conforme a variação do INPC.

“A defesa de um piso salarial justo e adequado às funções do farmacêutico tem sido bandeira constante da categoria”, diz o autor, deputado André Abdon (PP-AP). “O objetivo é somar esforços para o sucesso dessa empreitada”, afirma.

De acordo com o projeto, o valor do piso não se aplica, contudo, aos órgãos da administração pública direta, indireta, autárquica e fundacional.

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: CFF

Foto: Shutterstock

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário