fbpx

Quanto vale o mercado farmacêutico brasileiro?

País tem a maior representatividade da América Latina

O mercado brasileiro de medicamentos movimentou, no ano passado, R$ 56,80 bilhões ou US$ 17,79 bilhões (canal farmácia, valor líquido – desconto médio de 40,55%), com um crescimento, em reais, de 11,73% em comparação ao mesmo período em 2016, segundo a IQVIA. Esses dados fazem com que o Brasil represente, aproximadamente, 2% do mercado mundial, sendo o oitavo país em faturamento no ranking das vinte principais economias.

Na América Latina, o Brasil é o principal mercado, na frente do México (US$ 5,4 bilhões) e da Argentina (US$ 5,4 bilhões). Em 2017, o mercado nacional de medicamentos foi composto por 241 laboratórios farmacêuticos autorizados para comercializarem medicamentos. do total, 40% (97) possuem capital de origem internacional e 60% (144) possuem o capital de origem nacional.

Dentro do canal farma, as empresas multinacionais representam cerca de 52,44% do mercado em faturamento e 34,75% em unidades vendidas (caixas). Já as empresas nacionais apresentam aproximadamente 47,56% do mercado em faturamento e 65,25% em unidades vendidas (caixas). A crescente participação dos genéricos foi o principal impulsionador da liderança em vendas por unidades.

Fonte: Perfil da Indústria Farmacêutica – Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma)
Foto: Shutterstock

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.