RaiaDrogasil reinaugura Museu do Universo da Farmácia (Mufa) com mais recursos de acessibilidade

Com rico acervo cultural e histórico, museu virtual passou por profunda reformulação para contar com recursos voltados às pessoas com deficiência

Criado em 2018 pela RaiaDrogasil, o Museu do Universo da Farmácia (Mufa) ganha uma nova cara para o seu relançamento. Digital e gratuito, o museu engloba conteúdos voltados para estudantes, historiadores, curiosos e profissionais do mercado farmacêutico. Neste ano, o site passa a contar com uma série de recursos de acessibilidade, incluindo vídeos com audiodescrição e tradução em Libras, bem como a descrição de imagens. 

O museu on-line também foi reformulado de modo a garantir uma navegação mais rápida e intuitiva pelo portal.

Por meio, então, de vídeos, fotos e interações, é possível encontrar informações sobre a história e filosofia da farmácia, trajetória da indústria farmacêutica, pesquisa e tecnologia de produção de medicamentos.

Além de políticas de saúde pública de interesse social, uma curadoria especial de documentos, muitas vezes inéditos.

“Com o acervo rico em conteúdos históricos e culturais, sem deixar de lado o rigor científico, o Mufa é uma boa opção de entretenimento, bem como uma importante ferramenta de conhecimento e estudo sobre a saúde para a sociedade”, assegura, portanto, a responsável técnica do Centro de Documentação e Memória da RaiaDrogasil, setor responsável pela curadoria de conteúdos e o gerenciamento do Museu, Mirela Minzon Hernandes.

Desde que foi inaugurado, o Mufa já recebeu mais de 130 mil acessos. Com o objetivo, então, de fomentar a pesquisa e também na aproximação do público especializado.

Além de também aprofundar a visão do cidadão comum sobre questões de saúde e bem-estar, a expectativa é receber a partir do relançamento ainda mais visitantes, diante do dinamismo do formato e agora com a linguagem mais acessível.

Conteúdo

Entre os marcos históricos resgatados pelo Mufa, estão: o surgimento da primeira vacina produzida para combater a varíola, em 1798, que se tornou uma das formas mais eficientes, portanto, na prevenção de doenças; a descoberta do bacilo de Koch, que identificou as bactérias que causam cólera e tuberculose; e o nascimento da penicilina, uma das principais conquistas da medicina no século 20.

O museu é dividido em cinco espaços de visitação: Linha do Tempo, que dá um panorama da história da farmácia no mundo, de forma cronológica; Vídeos, que retratam importantes momentos da farmácia mundial; Coleções, que disponibiliza documentos relacionados à história da saúde, como fotografias inéditas, publicações educativas e coleções de almanaques; Moléculas da Natureza, que traz as principais moléculas utilizadas em medicamentos ao longo da história; e, por fim, Exposição, que mostra interativamente farmácias em diversos anos, como 1820, 1910 e nos idos de 1950.

Fonte e foto: RaiaDrogasil

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário