Acompanhe o ranking das farmácias preferidas e hábitos de consumo do brasileiro

A pesquisa mostrou que o segmento de drogarias está sendo melhor avaliado pelos consumidores do que outros segmentos da saúde

A Drogasil se encontra no ranking das farmácias preferidas dos consumidores no período da pandemia, de acordo com o estudo CVA Varejo Drogarias 2021, realizado em março com 5.340 respondentes online.

“Os brasileiros ficaram mais atentos a saúde e as drogarias reforçaram seus serviços, atendimento via e-commerce e mais. Além disso, falamos mais de saúde mental, tratamento de doenças crônicas e bem-estar”, diz o sócio-diretor da CVA Solutions, empresa de pesquisa de mercado e consultoria, subsidiária da americana CVM Inc, Sandro Cimatti.

Contudo, a pesquisa mostrou ainda que o segmento de drogarias está sendo melhor avaliado pelos consumidores do que outros segmentos da saúde como: Planos de Saúde, Hospitais e Laboratórios.

Sendo que há também recorrência: “o consumidor realiza compra em drogarias 1 vez a cada 15 dias, apresentando variações dependendo da rede”, afirma Cimatti.

A partir dos indicadores, a pesquisa consegue mostrar as melhores drogarias por “força de marca” e “valor percebido”.

“A força da marca mostra a capacidade de atrair clientes e a boa fama”, enquanto que o valor percebido traz outros aspectos como atendimento, rapidez, conveniência, variedade de produtos e mais”, diz Cimatti.

Ranking das farmácias preferidas

Valor Percebido

 Força da Marca

1 – Coop Drogasil
2 –  São João Pague Menos
3 –  Venâncio Droga Raia
4 – Drogaria 24 horas São Paulo
5 – Ultrafarma Ultrafarma
6 –  Panvel Pacheco
7 – Farmais Preço Popular
8 –  Nissei Panvel
9 – Drogasil Araujo
10 – Globo Nissei
11 – Preço Popular Ultra Popular
12 – Droga Raia Extrafarma
13 – São Paulo São João
14 – Santa Marta Venâncio
15 – Pague Menos Santa Marta
16 – A Nossa Drogaria Drogaria 24 horas
17 – Indiana Indiana
18 –  Popular (Governo Federal) Permanente
19- Extrafarma Preço Baixo
20 – Pacheco Bifarma

 

Deste modo, a Drogasil conquistou, então, o primeiro lugar do ranking em Força de Marca, passando, então, a concorrente Pague Menos, líder no ano anterior.

A novidade se deve pelo robusto plano de expansão e negócios junto a Droga Raia, dentro da companhia RD.

Contudo, é importante ressaltar que não basta presença e é preciso ter também bom atendimento e admiração do consumidor.

Já no ranking de Valor Percebido se destacam drogarias regionais como Coop, São João e Venâncio. De acordo com Cimatti, isto acontece pelo caráter que a drogaria tem no Brasil.

“Em grande parte do país o farmacêutico realiza atendimentos como de UBS, ao exemplo de aferir a temperatura e pressão, recomendar um médico especialista, e mais. Este tipo de serviço é bastante valorizado pelo consumidor”.

Compra online 

Por conta do isolamento social e aceleração dos serviços online das drogarias, 25,9% dos entrevistados afirmaram fazer compras online.

Em 2019, 21,4% afirmou o mesmo. A região que mais adere esse meio é a Grande São Paulo, onde 47,4% costuma comprar medicamento pela internet, enquanto que na região Norte do país apenas 12% a faz.

Dessa maneira, houve aumento também dos consumidores que aderem aos programas de fidelidade, sendo 34,2% neste ano, versus 31,2% em 2019.

“Contudo, isto mostra um potencial enorme de expansão para as drogarias que pretendem, então, ampliar sua gama de clientes, oferecer comodidade e melhorar a percepção de marca”, diz Cimatti.

Hábitos de consumo 

A saber, dos respondentes, 70% procuram, então, as drogarias para comprar medicamentos.

E também há o crescimento de dois pontos percentuais na busca de itens de higiene e beleza nos últimos dois anos, chegando, então, a 16%.

Entre os que compram medicamentos, 88% costumam, então, comprar genéricos, sendo a Medley a marca preferida para 60% deles, seguida da NeoQuímica para 52,8% e, por fim, a  Eurofarma para 50%.

Legado de 2020: 52% dos consumidores devem continuar comprando on-line 

Fonte: Exame

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário