RDC 425/20: regras para a quantidade de medicamentos sujeitos a controle especial

Permanecem vigentes as quantidades máximas de medicamentos sujeitos a controle especial permitidas em Notificações de Receita e Receitas de Controle Especial

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou em 25/09/2020, a RDC nº 425/2020, que altera a RDC nº 357/2020 e prorroga sua vigência enquanto for reconhecida pelo Ministério da Saúde a situação de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional declarada pela Portaria nº 188/GM/MS, em 3 de fevereiro de 2020.

Permanecem vigentes, portanto, as quantidades máximas de medicamentos sujeitos a controle especial permitidas em Notificações de Receita e Receitas de Controle Especial, de acordo com o previsto no Anexo I da RDC nº 357/2020.

Controle especial dos medicamentos

Bem como a permissão temporária para a entrega remota definida por programa público específico e para a entrega em domicílio de medicamentos sujeitos a controle especial realizada por estabelecimento dispensador, atendidos os critérios da RDC nº 357/2020.

O que diz o CRF-SP

O CRF-SP ressalta que a quantidades de medicamento constante do Anexo I da RDC nº 357/2020 servem como diretriz ao profissional prescritor, não devendo ocorrer dispensação de quantidade maior que a prescrita, ainda que dentro dos limites definidos no Anexo I da RDC nº 357/2020.

Destaca-se ainda que os períodos de validade das receitas não foram alterados permanecendo vigente o disposto da Portaria SVS/MS nº 344/1998.

Foto: Shuttestock

Fonte: CRF-SP

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário