fbpx

Sandoz lança prescrição terapêutica digital nos Estados Unidos

Solução é indicada para pacientes com transtorno por abuso de opioides

A Sandoz, divisão de genéricos e biossimilares da Novartis, e a Pear Therapeutics anunciaram o lançamento comercial de reSET-O(TM), prescrição terapêutica digital para pacientes com transtorno por abuso de opioides. O reSET-O foi aprovado pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) em dezembro e já está disponível nos EUA.

A prescrição terapêutica digital de reSET-O é uma terapia cognitivo-comportamental de 12 semanas para ser usada como complemento ao tratamento ambulatorial – que inclui a buprenorfina transmucosa, um medicamento comumente usado para tratar a adicção em opioides, e um sistema de gestão de contingência desenvolvido para reforçar comportamentos positivos. O reSET-O está disponível por prescrição apenas para pacientes com 18 anos ou mais, sob orientação médica.

Veja Mais

“O lançamento do reSET-O traz uma importante opção de tratamento baseado em tecnologia para pacientes com transtorno por abuso de opioides e pode mudar a maneira como eles interagem com suas terapias”, diz o CEO da Sandoz Global, Richard Francis.

“A adicção é uma doença crônica e recidivante que requer apoio constante, monitoramento e acesso ao tratamento”, ressalta o presidente e CEO da Pear Therapeutics, Corey McCann. “Acreditamos que a prescrição terapêutica digital pode transformar a forma como os médicos tratam a adicção, fornecendo uma maneira para os pacientes acessarem o tratamento quando e onde for necessário. Tem sido clinicamente comprovado que o reSET-O aumenta a probabilidade de permanência no tratamento. Também é uma maneira de garantir acesso a esse tratamento a qualquer hora, em qualquer lugar, sob supervisão do médico”.

Eficácia da prescrição terapêutica digital é comprovada

A eficácia do reSET-O foi avaliada em um estudo fundamental randomizado de 170 pacientes que procuraram tratamento para transtorno por abuso de opioides, que receberam tratamento supervisionado de buprenorfina combinado com um programa de terapia comportamental, com ou sem o acréscimo do Sistema de Educação Terapêutica (TES), que tinha conteúdo equivalente ao reSET-O. O ensaio clínico mostrou que o conteúdo terapêutico de reSET-O teve uma taxa de adesão geral de 82,4% ao final de 12 semanas de tratamento, comparado com 68,4% para pacientes que não usaram reSET-O.

O reSET-O também serve como uma ferramenta de treinamento, monitoramento e lembrete por meio do Painel Clínico. O painel dá aos médicos uma visão mais profunda do progresso dos pacientes em recuperação, incluindo a adesão à buprenorfina relatada pelo paciente para permitir mais transparência durante as sessões presenciais de terapia.

Modo de uso

Quando um profissional de saúde prescreve o reSET-O, o paciente é contatado por um especialista de atendimento e recebe um código de acesso. O paciente faz o download e instala o reSET-O no smartphone ou tablet e insere o código para desbloquear o tratamento. Depois disso, o paciente pode começar a trabalhar e aprender com o reSET-O completando as lições, respondendo perguntas do questionário, relatando o uso de medicamentos e o uso de substâncias, desejos e gatilhos. Durante todo o tempo, o paciente continua a visitar o médico nas sessões de terapia e o progresso no reSET-O é controlado através do Painel Clínico. Para mais informações sobre o reSET-O, acesse www.resetforrecovery.com.

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Natulab assume a marca Floratil no País

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.

Deixe um comentário