fbpx

Santo Remédio registra aumento de 82% na procura de testes rápidos em Manaus

A Drogaria Santo Remédio investiu na compra dos testes rápidos de swab - coleta na mucosa nasal - mais uma opção para os clientes

Os testes rápidos da Drogaria Santo Remédio continuam sendo muito procurados.

Em trinta dias a busca dos consumidores da Drogaria Santo Remédio pelo teste rápidos de detecção do novo coronavírus passou de 64% para 84%.

A procura foi tão grande que a empresa investiu, também, na compra dos testes de swab (coleta na mucosa nasal, através de haste descartável).

” A aquisição será para atender a procura dos consumidores”, explica a coordenadora farmacêutica, Sabrine Cordeiro.

A Drogaria Santo Remédio já realiza os testes rápidos

A rede de Drogaria Santo Remédio já realiza os teste rápidos da Covid-19. A rede oferece o IgG/IgM, que detecta se seu organismo já entrou em contato com o coronavírus, e, em breve,  o teste rápido de antígeno, que é o similar do exame de rt-pcr, estará disponível aos consumidores.

A diferença entre um teste do outro é que o IG/IgM é indicado para fazer a coleta após 8 dias de sintomas.

Já o de antígeno pode ser coletado a partir de 1 dia dos primeiros sintomas.

A diferença dos testes

Referente ao procedimento de cada testes, a farmacêutica Sabrine Cordeiro informa que os procedimentos são realizados da seguinte forma: o teste rápido de IgG e IgM tem o resultado em até 20 minutos.

Para realizar, é necessário apenas uma gota de sangue recolhida da ponta do dedo do paciente.

Já o teste rápido de Antígeno, também tem o resultado na hora e, para realizar, é necessário, portanto, fazer o procedimento swab (recolhimento da mucosa nasal).

Testes rápidos liberados pela Anvisa

Desde 28 de Abril de 2020 o teste rápido para a Covid-19 está sendo realizada pelas farmácias e drogarias através da Resolução RDC – Nº377 e liberação da Anvisa.

Sobretudo, mesmo com a importância dele para um mapeamento mais fiel da pandemia, muitas pessoas ainda subestimam a eficácia dos testes rápidos.

Uma informação relevante ao público consumidor é que todos os resultados dos testes realizados nas drogarias são enviados ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Aumento dos casos

O número de internações pela Covid-19 tem aumentado em Manaus, o motivo teria a ver com aglomerações indiscriminadas causadas por festas das classes A e B, segundo a Fundação de Vigilância Santitária (FVS-AM).

A alta fez com que o Governo do Amazonas decretasse, no último dia 24, um novo lockdown no funcionamento de bares, flutuantes, praias, balneários, casas de show e aluguel de sítios no estado.

 

Foto: Grupo Tapajós / Divulgação

Fonte: A Crítica

Deixe um comentário