São Paulo tem primeiro dia sem mortes por Covid-19

Não houve óbitos nos dias 2 e 4 de abril. O registro considera o tempo usual de atraso das notificações por mortes causadas pelo coronavírus, que é de até 15 dias

A cidade de São Paulo teve em 2 de abril o primeiro dia sem mortes causadas pela Covid-19 desde março de 2020. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o registro considera o tempo usual de atraso das notificações por mortes causadas pelo coronavírus, que é de até 15 dias.

Dessa maneira, então, até o momento, também não houve mortes causadas pela doença no dia 4 de abril, que pode ser o segundo dia sem vítimas do vírus.

A secretaria ressalva, no entanto, que pode haver modificação nos dados de forma retroativa, caso cheguem novas informações.

Vacinação

O secretário municipal da Saúde de São Paulo, Luiz Carlos Zamarco, atribui, então, a redução nas mortes à vacinação.

“São Paulo é a capital mundial da vacina e isso nos ajudou a chegar até aqui. A população paulistana aderiu e ultrapassou 100% de cobertura vacinal completa. O resultado pode ser visto nos índices de casos e, agora, de óbito zero”, disse.

Já foram aplicadas na capital paulista 30,4 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 11,7 milhões de primeira dose, 10,9 milhões de segunda dose e 353 mil de dose única.

Também já foram usadas 6,8 milhões de primeira dose adicional e 602,4 mil de segunda dose adicional.

A cobertura vacinal para a população acima de 18 anos está em 110% para a primeira dose e 106% para a segunda dose.

Todavia, há ainda 73,7% que receberam ao menos uma dose adicional.

Em adolescentes de 12 a 17 anos, 862,3% receberam a segunda dose da vacina, o que representa, portanto, 102,2% dessa população.

Já em crianças de 5 a 11 anos, a cobertura vacinal é de 86,8% para a primeira dose e de 52,5% para a segunda dose.

Máscara contra a Covid-19: quem deve usar mesmo com o fim da obrigatoriedade? 

Fonte: Agência Brasil

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário