Sarampo: o que é, sintomas, prevenção e tratamento

Seus sintomas envolvem tosse, coriza, febre e irritação na pele com manchas vermelhas

O sarampo é uma doença viral aguda, sendo altamente contagiosa, com potencial para ser extremamente grave, afetando principalmente crianças menores de 5 anos de idade, podendo causar a morte.

Seus sintomas envolvem tosse, coriza, febre, bem como irritação na pele com manchas vermelhas, entre outras.

A única medida efetiva de prevenção contra o sarampo é a vacina, distribuída gratuitamente nos postos de saúde.

Confira os demais sintomas, causas, bem como tratamentos e diagnósticos da doença.

Quando suspeitar do sarampo em crianças? 

O que é sarampo?

Doença viral aguda e altamente contagiosa, o sarampo é grave e pode acometer pessoas não-vacinadas em qualquer idade.

77% dos brasileiros apoiam obrigatoriedade de vacinação contra doenças infecciosas graves 

Como é transmitido?

A doença é transmitida por vírus, de pessoa a pessoa, através das secreções nasais ao espirrar, tossir ou falar.

Além disso, o contágio também se dá por dispersão de gotículas com partículas virais aerossóis no ar, em ambientes fechados.

Assim como o novo coronavírus, o vírus do sarampo pode permanecer em ambiente fechado por até duas horas depois de a pessoa infectada ter saído do local.

 Sintomas

Normalmente, os sintomas, que aparecem cerca de 10 a 14 após a exposição ao vírus, são:

  • Tosse.
  • Irritação na pele com manchas vermelhas.
  • Coriza.
  • Dor de garganta.
  • Falta de apetite.
  • Mal-estar intenso.
  • Olhos inflamados.
  • Febre.

Além disso, em casos mais graves, pode causar também pneumonia, diarreia, infecção nos ouvidos, bem como convulsões e lesões no sistema nervoso.

Assim, se você apresentar esses sintomas, consulte rapidamente um médico.

Doenças acometem crianças que voltam às aulas 

sarampo

Diagnóstico

O diagnóstico do sarampo é clínico e pode ser confirmado com exames de laboratório específicos como IgM para Sarampo ou PCR.

Tratamento

Não há tratamento para a infecção de sarampo que já está estabelecida.

Porém, os medicamentos são utilizados para reduzir o desconforto provocado pelos sintomas da doença.

Assim, com orientação médica, podem ser prescritos medicamentos para febre, hidratação oral, terapia nutricional com incentivo ao aleitamento materno e higiene adequada dos olhos, da pele e das vias aéreas superiores.

Entretanto, as complicações bacterianas do sarampo devem ser tratadas especificamente.

Assim, consulte seu médico para receber a indicação correta.

A responsabilidade do farmacêutico na prescrição médica 

Quanto tempo uma pessoa fica com sarampo?

Depende de cada pessoa, mas os sintomas tendem a desaparecer em alguns dias ou semanas.

Sarampo pode matar?

Sim. Isso porque o sarampo é uma doença grave que pode deixar sequelas, bem como causar o óbito.

Assim, a vacina é a única maneira de evitar a doença.

De acordo com o Governo do Estado do Paraná, algumas das complicações podem ocorrer em determinadas fases da vida são:

Crianças

  • Pneumonia – Cerca de 1 em cada 20 crianças com sarampo pode desenvolver pneumonia, assim, sendo a causa mais comum de morte por sarampo em crianças pequenas;
  • Otite média aguda (infecções de ouvido) – Ocorre em cerca de 1 em 10 crianças com sarampo e pode resultar em perda auditiva permanente;
  • Encefalite aguda – uma em cada mil crianças podem desenvolver essa complicação e 10% destas podem morrer;
  • Morte – uma a três a cada mil crianças doentes podem morrer em decorrência de complicações da doença.

Adultos

  • Pneumonia.

Gestantes:

Vacina contra o sarampo: cuidados e orientações na gravidez

Sarampo tem cura?

Sim. Os sintomas tendem a desaparecer após alguns dias ou semanas, assim, seguindo o tratamento indicado pelo médico.

criança-vacina-sarampo

Como se prevenir?

Vacinar é o meio mais eficaz de prevenir o sarampo. Desse modo, duas doses da vacina são recomendadas para garantir a imunidade e evitar surtos.

A vacina Tetra Viral é indicada para prevenção do sarampo e está disponível nos postos de saúde para crianças a partir de 6 meses de idade. Outra opção é a vacina tríplice viral.

Consulte seu médico e confira o esquema de vacinação por idade.

Conclusão

Doença viral aguda e altamente contagiosa, o sarampo é grave e pode acometer pessoas não-vacinadas em qualquer idade.

Sua transmissão acontece através das secreções nasais ao tossir, falar e espirrar.

Seus sintomas envolvem irritação na pele com manchas vermelhas pelo corpo, tosse, febre, bem como dor de garganta, entre outros.

Entretanto, é possível prevenir o sarampo através da vacinação, realizada gratuitamente nos postos de saúde.

Assim, consulte seu médico caso você não tenha tomado a vacina ou se suspeita que esteja com a doença.

Como a hidratação pode ajudar na recuperação de uma doença causada por vírus? 

Fontes:

Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde

Diretoria de Vigilância Epidemológica 

Einstein

Fiocruz 

Governo do Estado da Bahia 

Secretária da Saúde do Estado do Paraná

 

Fonte: Guia da Farmácia

Fotos: Shutterstock

Não se automedique, consulte um profissional de saúde.

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Sobre o colunista

Jornalista, redatora de textos SEO, especializada no setor farmacêutico.

Deixe um comentário