Saúde mental vira prioridade para 62% dos brasileiros durante a quarentena

O levantamento da Mastercard também apontou que os consumidores estão dando mais valor à família e à saúde do que antes da pandemia da Covid-19

Cuidar da saúde mental na quarentena é um desafio principalmente por causa do isolamento social. Para compreender melhor algumas das diversas mudanças que a pandemia trouxe para o cotidiano dos brasileiros nos últimos meses, a Mastercard realizou uma pesquisa em 13 países, incluindo o Brasil, México, Chile, Colômbia, Argentina e Peru.

O levantamento analisou dados do dia a dia dos entrevistados e suas avaliações do futuro pós-pandemia, além de como foram suas experiências de pagamentos no período de quarentena.

De acordo com a pesquisa, para 46% dos brasileiros, atividades de lazer e entretenimento são as mais importantes de suas rotinas e os ajudam a se desconectar.

Além disso, a pandemia também trouxe mudanças nas prioridades dos entrevistados.

Cerca de 62% dos brasileiros passaram a se preocupar mais com sua saúde mental. Isso enquanto 58% acreditam que cuidar da saúde se tornou essencial em relação ao período anterior à pandemia.

Diversas atitudes

Todavia, não foi somente cuidar melhor da saúde mental na quarentena o maior desejo dos entrevistados. O comportamento dos consumidores também mudou com relação aos gastos.

Assim que o isolamento acabar, em princípio, 74% deles pretende gastar mais com experiências com os amigos, 48% afirmaram que irão gastar mais com experiências de qualidade junto com suas famílias e 47% busca atividades de lazer e entretenimento para aproveitarem sozinhos.

Os entrevistados também foram questionados sobre o que é mais importante no momento do pagamento de compras essenciais.

Na percepção de 52% deles, a segurança é fundamental e a coisa mais importante na hora de pagar por suas compras.

Enquanto 27% afirmaram buscar por maior conveniência e, certamente, 20% por rapidez.

O que realmente importa

De acordo com a vice-presidente de marketing e comunicação da Mastercard Brasil e Cone Sul, Sarah Buchwitz, a pandemia nos mostrou a importância dos momentos que perdemos durante a quarentena e que têm feito muita falta.

“A nossa pesquisa demonstra que a medida em que as pessoas passam a ajustar suas rotinas baseadas na nova realidade; as prioridades mudam e novos hábitos vão sendo criados”, afirma.

Governo de SP prorroga quarentena no Estado até 16 de dezembro 

Quarentena: como cuidar da saúde dos idosos nesse período de pandemia 

Fonte: Mastercard

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário