Setor de farmácias tem maior crescimento em uma década

Mercado tem crescimento de 17,39% no acumulado de janeiro a setembro deste ano e se tornou centro primário na pandemia

A Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) cresceu 17,39% em relação ao mesmo período de 2020, com faturamento superior a 49,6 bilhões de reais no acumulado de janeiro a setembro deste ano.

É o maior avanço percentual em uma década, desde a evolução de 19,4% registrada em 2011.

Como parâmetro, então, o setor teve incremento de 10,47% e 7,77% nos três trimestres de 2019 e 2020, respectivamente.

Os números levam em conta as 26 redes que integram a Abrafarma.

“O canal farma, que já vinha ganhando relevância como espaço de consumo e conveniência, assumiu protagonismo na pandemia por ser um centro primário de atenção à saúde. Não à toa, as vendas de todas as categorias aumentaram dois dígitos, sem exceção”, declara o CEO da entidade, Sérgio Mena Barreto.

Os medicamentos responderam por 68% do volume comercializado e somaram faturamento de 33,9 bilhões de reais — 17,84% mais do que janeiro a setembro de 2020.

A maior alta percentual foi a dos medicamentos isentos de prescrição (MIPs) — 23,81%, chegando a 9,6 bilhões de reais.

“Os brasileiros ampliaram sua cesta de compras de MIPs especialmente por causa da preocupação com a imunidade”, afirma Barreto.

A operação de delivery e e-commerce segue em ascensão consistente e se aproximou, então, dos 2 bilhões de reais de receita, o que representou um crescimento de 59,38% no período.

Já os chamados não medicamentos, que contemplam itens de higiene pessoal, cosméticos e perfumaria, geraram 15,6 bilhões de reais — avanço de 16,44%.

Crescimento das farmácias 

Mais exigente e atento à sua saúde, o consumidor das farmácias possibilitou, então, uma expressiva evolução no tíquete médio, que saltou de 68,55 para 72,18 reais.

“O cliente de hoje é muito mais digital e objetivo nas suas compras. E as farmácias também ganharam relevância nesse contexto”, diz Barreto.

As empresas associadas detêm um market share de 45% do setor, embora representem apenas 10% das mais de 85.000 farmácias atuantes no Brasil.

Faturamento das farmácias foi de R$ 139,37 bilhões em 2020, crescimento de 15,6% 

Fonte: Exame

Foto: Abrafarma

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário