SMS de SP autoriza prescrição de antirretrovirais por farmacêuticos

Os serviços de saúde devem providenciar as capacitações necessárias para o bom desempenho destes profissionais

Farmacêuticos do município de São Paulo podem prescrever as Profilaxias Pré e Pós-exposição ao HIV (PrEP e PEP), a prescrição antirretrovirais.

Além de também solicitar exames pertinentes seguindo o que é preconizado no Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas (PCDT), de acordo com a Portaria PM-DST/AIDS nº 364/2020A publicada no último dia 2, no Diário Oficial do Município.

Segundo a referida norma, há evidências científicas positivas pela introdução da PrEP e PEP de forma ágil na prevenção da infecção pelo HIV e há a necessidade de ampliação do acesso a essas tecnologias medicamentosas.

Dessa forma, a Portaria autoriza tanto os farmacêuticos como cirurgiões-dentistas a efetuarem as prescrições de acordo com os PCDT para PEP e PrEP.

Os serviços de saúde devem providenciar as capacitações necessárias para o bom desempenho destes profissionais.

Em contato com a SMS, o CRF-SP se prontificou a fornecer treinamento aos farmacêuticos da rede, caso necessário.

Veja na íntegra a Portaria PM-DST/AIDS nº 364/2020

Clique aqui e confira os Protocolos Clínicos e Diretrizes de Tratamento (PCDT) publicados em 2018 pelo Ministério da Saúde, divididos nas categorias Adultos, HIV crianças e adolescentes, Profilaxia Pós-Exposição ao HIV – PEP, Profilaxia Pré-Exposição ao HIV – PrEP, entre outros.

 

Fonte: CRF-SP

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário