Sociedade Brasileira de Cardiologia promove “Movidos pelo Coração”

Com transmissão on-line, iniciativa conta com atividades culturais para motivar a prevenção e cuidados com a saúde cardiovascular

O mês de setembro é um período associado à saúde do coração movidos pelo Coração.

Para conscientizar e alertar a população sobre as doenças cardiovasculares por meio da cultura, o Ministério do Turismo, a Sociedade Brasileira de Cardiologia, a Sanofi e a Bayer apresentam, a partir de 4 de setembro, o projeto “Movidos pelo Coração”, realizado pela Malagueta Live Brand por meio da Lei
Federal de Incentivo à Cultura.

A ação, que está em sua 5° edição, será totalmente on-line, transmitida
pelo canal do YouTube (https://www.youtube.com/channel/UCuDAnCJWecPWgS8d0LtxivA) e abordará também
assuntos relacionados à prevenção e identificação de fatores de risco cardiovascular.

O projeto conta também com uma programação cultural interativa a partir da realização de oficinas para crianças e apresentações artísticas com a temática do coração.

A ação “Movidos pelo Coração”

O “Movidos pelo Coração” é motivado pela alta prevalência das doenças cardiovasculares no Brasil.

A saber, até o final deste ano, o Cardiômetro (www.cardiometro.com.br), indicador da SBC que contabiliza o número de 1 mortes causadas pelas doenças do coração no país, deve registrar, então, mais de 400 mil óbitos .

Mortes

As mortes causadas por doenças cardiovasculares representam, portanto, o dobro das causadas por todos os tipos de câncer juntos.

Dessa maneira, são 2,3 vezes mais que as por causas externas (acidentes e violência), 3 vezes mais que as mortes por doenças respiratórias e 6,5 vezes mais que todas as causadas por infecções, incluindo a AIDS .

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), 34 pessoas morrem por hora em decorrência de doenças cardiovasculares no país, que são a principal causa de mortalidade no Brasil e no mundo .

Para o presidente da SBC, Celso Amodeo, hipertensão arterial, colesterol elevado, diabetes,
tabagismo, obesidade, ingestão excessiva de álcool, estresse, sedentarismo são, portanto, conhecidos há anos
como prejudiciais à saúde.

No entanto, a maioria das pessoas não os controla adequadamente e o coração sofre as consequências.

“Precisamos amplificar a mensagem para que a população esteja cada dia mais
conscientizada e engajada. As doenças cardiovasculares integram uma verdadeira epidemia evitável e
precisamos combatê-la com informação qualificada, tal qual o projeto Movidos pelo Coração
possibilita”, ressaltou o médico.

“Valorizamos como missão gerar impacto positivo na sociedade por meio de iniciativas de educação em
prol da saúde, conscientizando e empoderando a população. Uma das ambições que temos na Sanofi é
reverter o curso da epidemia de doenças crônicas até 2030, transformando inovação científica em
soluções de cuidados com a saúde”, afirma Luciana Miranda, Diretora de Comunicação e
Responsabilidade Corporativa da Sanofi.

Doenças cardiovasculares: Coração em risco 

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC)

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário