fbpx

SP receberá 5 milhões de doses de vacina em outubro, diz Doria

Atualmente, a vacina chinesa Coronavac já está sendo testada em voluntários de 18 a 59 anos

São Paulo receberá, no mês de outubro, as primeiras 5 milhões de doses da Coronavac, vacina que está sendo testada no Brasil e é produzida pela chinesa Sinovac.

Os testes no Brasil são, toda via, coordenados pelo Instituto Butantan.

Até dezembro, já teremos, então, 46 milhões de doses da vacina em São Paulo.

“Importante ressaltar, no entanto, que o acordo com a Sinovac inclui a transferência de tecnologia para São Paulo, sendo assim, também produziremos a vacina no Instituto Butantan. Uma grande conquista para o Brasil” , escreveu Doria em suas rede sociais.

Acesso ampliado

Na última quinta-feira, a Sinovac anunciou que irá iniciar também testes em crianças e adolescentes.

O que amplia, desse modo, o escopo de estudo de uma fórmula que já está em estágio final nos testes em adultos.

A assessoria do Instituto Butantan, que lidera os testes da CoronaVac no Brasil, afirmou, no entanto, que ainda não há previsão de testes para essa faixa etária no País.

Atualmente, a vacina está sendo testada em voluntários de 18 a 59 anos.

Visto que no início do mês, a empresa também publicou o resultado das duas primeiras fases de testes.

Eficácia da vacina chinesa

De acordo com o estudo, todavia, a vacina contra a Covid-19 parece ser segura em pessoas mais velhas, segundo resultados preliminares de seus testes em Fase 1 e 2.

Em suma, as respostas imunológicas induzidas tenham sido moderadamente mais fracas do que em adultos jovens.

Outras cidades

No Brasil, além de São Paulo, a vacina também é testada em Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.

Os testes continuam com os médicos e enfermeiros voluntários em seis estados e, em breve, poderemos imunizar milhões de brasileiros” afirmou Doria.

Foto: Shutterstock

Fonte: O Globo

Deixe um comentário