Tecnologia e inovação são temas centrais de Summit Inovação em Saúde

Evento organizado pela Contento Comunicação em parceria com o Sindusfarma visa otimizar integração entre os ecossistemas da saúde

Está acontecendo hoje, na Digital House, na capital paulista, o Summit Inovação em Saúde, organizado pela Contento Comunicação e pelo Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma) com patrocínio do Guia da Farmácia. A abertura do evento ficou por conta do diretor de assuntos técnicos e inovação do Sindusfarma, Jair Calixto, que falou sobre a sua preocupação em juntar as tecnologias já existentes para algo ainda maior.

“A gente acha que não tem capital ou que essas tecnologias ainda são novas para o Brasil, mas se não evoluirmos e não acompanharmos as transformações digitais, vamos acabar ficando para trás”, disse ele.

Em seguida, o gerente de open innovation da Dasa, Thiago Julio, abriu o primeiro painel do dia: Inovação em Saúde – Onde Estamos e Para Onde Vamos? De acordo com ele, quatro conceitos marcam o momento atual: digitalização, medicina personalizada, novas economias e a revolução digital. Mas, em um futuro próximo, serão vistas as terapias digitais e a era da genética.

“É preciso ter cultura de inovação, isso é o mais importante. Além disso, ter estratégias para que essa cultura aconteça e ofertar ferramentas para que os colaboradores tenham como inovar”, comenta ele sobre o processo de inovação nas empresas.

O diretor de inovação e conhecimento geral do Hospital Israelita Albert Einstein, Claudio Terra, complementa dizendo que estamos em um momento de fenômeno de empreendedorismo. A cada dia surgem mais startups, inclusive na área de saúde. “Hoje, existem mais de um milhão de aplicativos, mas só 1% fará sucesso. Porque a característica geral de uma startup é a experimentação e a escalabilidade.”

Mas, mais do que isso, é preciso entender quais tecnologias e onde elas se encaixam. Foi sobre isso que o painel Tecnologias que Mudarão a Área da Saúde. Segundo o desenvolvedor de sistemas da VR Benefícios, Romulo Aguiar, a tecnologia é um meio e muito importante, mas, em primeiro lugar, é necessário ver quais as falhas que podem ser remediadas – mesmo que com ações simples.

Para exemplificar, ele cita um case da GM, Volvo e Amazon que, juntas, fizeram um projeto onde o porta-malas do carro pode ser aberto remotamente e a varejista entrega produtos dentro do carro do consumidor, ainda que ele não esteja lá. Apesar da tecnologia empregada não ser inovadora, o serviço é.

“Os dados que se tem acesso hoje são apenas a ponta do iceberg, cerca de 30% de tudo o que pode ser aproveitado com tecnologias como a Inteligência Artificial”, frisa o diretor de inovação e linhas de serviços da Optum Brasil, Felipe Rizzo.

Entre os fatores determinantes para as inovações, Rizzo cita que as empresas devem colocar o paciente no centro do desenho da experiência digital; adotar uma identidade digital única do paciente; contratar tecnologias que assegurem qualidade, preço e inovação; entre outros.

A inovação pode ser vista em empresas brasileiras. A CEO e fundadora da startup Fofuuu, Ligia Cardoso, foi convidada para mostrar sua criação: um aplicativo que faz treinamento de fonoaudiologia para crianças por meio de jogos. A ideia surgiu ao ver que os exercícios eram chatos para os pequenos e grande parte deles acabava não realizando os treinamentos em casa, dificultando um tratamento realmente bem sucedido.

Outro grande exemplo é a Pixeon, representada por seu CEO e cofundador, Roberto Ribeiro da Cruz, que contou a história da empresa, que se posiciona como uma “one stop shop software provider”, com uma linha completa de produtos de tecnologia para a saúde com soluções para hospitais, laboratórios, centros de imagem e clínicas.

Continue acompanhando a cobertura completa! Estamos em tempo real no Instagram @guidafarmacia

Foto: Fabiano Viana

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário