fbpx

Ultrafarma encerra televendas, canal para revendedores e SAC

Ação pode estar relacionada à necessidade de cortar custos e reestruturar a área de atendimento

A varejista de farmácias Ultrafarma, do empresário Sidney Oliveira, fechou a operação de televendas. O sistema telefônico de envio de pedidos dos revendedores também não está funcionando, segundo o jornal Valor Econômico.

De acordo com a publicação, o fechamento dos canais de venda está relacionado com a necessidade de a empresa cortar custos e reestruturar a área de atendimento. A ação resultou na demissão de 300 pessoas desde o começo deste ano.

Veja Mais

Cerca de 70% das vendas da Ultrafarma são realizadas pela internet. Os 30% restantes ficam a cargo dos canais de televendas, revendedores e das quatro lojas da rede.

O serviço de atendimentos aos consumidores, que não é terceirizado, mas realizado dentro da empresa, também está fora do ar, isso já há algumas semanas. Por ser um serviço regulado, a venda de medicamentos precisa, necessariamente, ter um SAC operando por telefone, segundo a legislação nacional.

Perguntada se os revendedores haviam sido avisados com antecedência e os motivos da interrupção do atendimento no SAC, a rede não quis se pronunciar.

Fonte: Portal No Varejo

Foto: Shutterstock

Panvel reforça soluções e facilidades digitais em campanha

Sobre o autor

Guia da Farmácia

Premiado pela Anatec na categoria de mídia segmentada do ano, o Guia da Farmácia é hoje a publicação mais conhecida e lembrada pelos profissionais do varejo farmacêutico. Seu conteúdo diferenciado traz informações sobre os principais assuntos, produtos, empresas, tendências e eventos que permeiam o setor, além de Suplementos Especiais temáticos e da Lista de Preços mais completa do mercado.

Deixe um comentário