Vacina contra a gripe: por que tomar todo ano? Quais as reações? Tire suas dúvidas

Diferentemente de outras vacinas, a da influenza deve ser tomada todos os anos pelos grupos prioritários. Veja como está a campanha 2022

Cerca de 8,4 milhões de pessoas são esperadas na campanha de vacinação contra a gripe em Minas Gerais neste ano.

Até o momento, aproximadamente 239 mil doses foram aplicadas, segundo dados do Ministério da Saúde (MS).

Todavia, diferentemente de outras vacinas, a da influenza deve ser tomada todos os anos pelos grupos prioritários.

Em Belo Horizonte, idosos de 60 anos ou mais, além de trabalhadores da saúde que atuam em centros de saúde, unidades de urgência e emergência e hospitais, já podem receber o imunizante.

Os endereços estão disponíveis no portal da prefeitura.

Por que preciso tomar a vacina contra a gripe todos os anos?

Por dois motivos principais: além de a proteção gerada pela vacina cair progressivamente seis meses após a aplicação, os subtipos do vírus da influenza mais circulantes mudam a cada ano.

Qual é a composição da vacina neste ano?

Na campanha de 2022, o Brasil utiliza uma vacina trivalente, que traz três cepas virais diferentes: H1N1H3N2 e B.

A cepa H3N2, inclusive, está, portanto, relacionada ao aumento de casos de gripe registrado entre o final do ano passado e o início deste ano em Minas Gerais e outros estados do país.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), a distinção, então, entre os três subtipos de Influenza está nas proteínas específicas que cada um tem em sua superfície.

Portanto, a H1N1 é considerada mais agressiva se não for tratada adequadamente.

Que grupos fazem parte do público-alvo da campanha de vacinação?

Na primeira fase da campanha, até 2 de maio, está prevista a vacinação de idosos com 60 anos ou mais e de trabalhadores da saúde.

Na segunda etapa, que vai de 3 de maio a 3 de junho, serão vacinados:

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias).
  • Gestantes e puérpera.
  • Povos indígenas.
  • Professores.
  • Pessoas com comorbidades.
  • Pessoas com deficiência permanente.
  • Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas.
  • Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso.
  • Trabalhadores portuários.
  • Funcionários do sistema prisional.
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.
  • População privada de liberdade.

Portanto, os públicos serão chamados pelas prefeituras à medida que as doses de vacina forem, então, entregues.

A vacina pode provocar reações?

A vacina contra a gripe pode causar reações leves, como por exemplo, dor no local da aplicação, febre baixa e vermelhidão local.

“São reações não graves e, com certeza, os benefícios da vacinação superam e muito os possíveis eventos que possam acontecer”, afirma, então, a coordenadora do programa de imunização da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Josiane Gusmão.

Quais os objetivos da vacina contra a gripe?

A saber, a vacina previne o surgimento de complicações decorrentes da doença.

E, portanto, dessa forma, contribui para a redução da sobrecarga sobre os serviços de saúde.

Posso tomar a vacina da gripe junto com a vacina da Covid?

Sim. A vacina contra a gripe pode ser administrada no mesmo dia do imunizante contra a Covid-19, exceto em crianças menores de 12 anos de idade.

Já no público infantil, as vacinas devem ser aplicadas com intervalo mínimo de 15 dias.

Fonte: G1

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário