Vacinação da gripe é ampliada; saiba mais

A Ministra Nísia Trindade anunciou medida como estratégia para frear aumento de casos de gripe; capital inicia vacinação nesta semana

O Ministério da Saúde ampliou a faixa etária da vacinação contra gripe para todas as pessoas a partir de 6 meses de idade. A medida foi anunciada pela ministra Nísia Trindade Lima em sua página no “X”, antigo “Twitter”. Em seguida, a Prefeitura de São Paulo divulgou que começa a imunização ampliada já nesta quinta-feira.
De acordo com a ministra, a estratégia de ampliar a faixa etária da vacinação foi colocada em prática para tentar frear o avanço da gripe. “Estamos antecipando essa medida para responder ao aumento dos casos de influenza”, disse.

Região Norte não será contemplada

Somente a região Norte não será contemplada pela ampliação de faixa etária, isso porque a vacinação contra gripe na região foi antecipada e ocorreu a partir de novembro do ano passado.
A ministra explicou ainda que municípios poderão fazer restrições pontuais de faixa etária de acordo com seus estoques de imunizantes, mas que isso deve ser feito de forma excepcional. Além disso, apesar da liberação do ministério, a população deve aguardar as informações do município em que mora para saber quem poderá ser vacinado e quando.
No mais, o Boletim “Infogripe”, divulgado pela Fiocruz na última quinta-feira, 25, alertou para o aumento de internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em função dos vírus da influenza, do vírus sincicial respiratório e do rinovírus.
Vale ressaltar que considerando os casos positivos de vírus respiratórios, 10,7% das pessoas estavam com covid-19, 23,4% com influenza A ou B, e 57,8% com vírus sincicial respiratório, associado à bronquiolite. “Estamos atentos aos cenários para sempre aplicar da melhor forma as estratégias de vacinação”, afirmou a ministra.

SP inicia vacinação ampliada nesta quinta

A Prefeitura de São Paulo começará a vacinar pessoas a partir de 6 meses já nesta quinta-feira. Ainda de acordo com a Prefeitura, as 471 unidades básicas de saúde da cidade disponibilizarão a vacina para o novo público-alvo.
A vacinação ocorrerá de 7h às 19h nas UBSs tradicionais, e com horário estendido até 22h nas Assistências Médicas Ambulatoriais(AMAs)/UBS integradas. A prefeitura afirma ainda que há cerca de um milhão de doses da vacina da gripe no estoque municipal.
Até o momento, cerca de 27% do grupo prioritário (4,5 milhões de pessoas) já foi imunizado no município. Em suma, o secretário de saúde da capital, Luiz Carlos Zamarco, afirmou que a vacinação evitará o agravamento de casos de gripe. “Certamente, vai desafogar os serviços de pronto atendimento e hospitais da capital”, afirmou Zamarco.
Fonte: Estadão
Foto: Shutterstock

Leia mais:

Deixe um comentário