Destaques & lançamentos

Varíola dos macacos: Estados Unidos declaram emergência de saúde pública

O número de casos confirmados ou suspeitos de varíola dos macacos já ultrapassou os 6.600, colocando o país à frente da Espanha, Alemanha e Reino Unido

Os Estados Unidos da América (EUA) declararam, na última quinta-feira (4), a varíola dos macacos uma emergência de saúde pública. O anúncio foi feito durante um briefing com o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS, na sigla em inglês).

A decisão vem após críticas e pressão ao governo, que, de acordo com especialistas em saúde, não estaria se posicionando da forma correta diante do surto.

De acordo com dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), o número de casos confirmados ou suspeitos de varíola dos macacos já ultrapassou os 6.600, colocando o país à frente da Espanha, Alemanha e Reino Unido. 

As infecções foram identificadas em todos os estados, exceto em Montana e Wyoming. A ação pode acelerar a distribuição de vacinas, liberar fundos e estabelecer medidas e protocolos em combate e prevenção à doença.

Na última terça-feira (2), o presidente dos EUA, Joe Biden, nomeou Robert Fenton como coordenador nacional de resposta à varíola da Casa Branca.

Declaração segue decreto da OMS sobre a varíola dos macacos nos EUA

Portanto, no último sábado (30), a governadora Kathy Hochul declarou emergência no estado de Nova York. Os estados da Califórnia e Illinois também declararam suas próprias emergências para a doença.

Todas os estados e cidades seguem o decreto da Organização Mundial da Saúde (OMS), que considerou, em julho, o surto de varíola dos macacos uma situação de emergência.

A saber, até o último domingo (31), três mortes relacionadas à doença foram relatadas. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), uma foi registrada no Brasil e as outras duas na Europa.

Fonte: Olhar Digital

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário