Volume transacionado pelo Pix na primeira semana atinge R$ 9,3 bilhões

O sistema de pagamento eletrônico, Pix, na primeira semana atingiu 12,2 milhões de transações entre o dia 16 de novembro, início do funcionamento integral do sistema, até o último dia 22

Durante a primeira semana de operação do PIX, sistema de pagamentos instantâneos, o volume financeiro transacionado somou R$ 9,3 bilhões e o total de transações chegou a 12,2 milhões.

Os dados são do Banco Central e consideram o período entre o dia 16 de novembro, início do funcionamento integral do sistema, até o dia 22.

No intervalo, o PIX totalizou 83,490 milhões de chaves cadastradas, enquanto a quantidade de usuários foi de 36,635 milhões, sendo 34,474 milhões de pessoas físicas e 2,161 milhões de pessoas jurídicas.

O sistema oferece transações em até dez segundos, com funcionamento 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Como cadastrar a ‘Chave PIX’?

Para usar o PIX, basta ter uma conta corrente, conta poupança ou uma carteira digital de uma instituição financeira com cadastro no Pix.

A opção estará dentro do aplicativo bancário e no internet banking do cliente, assim como já estão outras funcionalidades, como DOC e TED.

Com o cadastro de uma “Chave PIX”, as transferências podem ser realizadas de maneira mais ágil.

Isso porque vincula as informações básicas do usuário aos dados completos que identificam a conta do cliente.

Com o cadastro, então, basta informar a “Chave PIX” para um contato para receber uma transferência.

Ao digitar a chave, os dados da conta do destinatário aparecem automaticamente na hora de realizar a transação, assim, bastando conferir a identificação e digitar os valores antes de confirmar a operação.

4 tipos de Chave Pix que podem ser usadas e cadastradas 

  1. Número de CPF/CNPJ;
  2. Endereço de e-mail;
  3. Número do telefone celular
  4. EVP.

Não é possível, porém, vincular uma mesma chave para mais de uma de uma instituição financeira.

Ou seja, se no banco A, o cliente cadastrar um email, no banco B terá que cadastrar um outro e-mail ou então o número de celular ou CPF.

Uso de QR Code

As transações pelo Pix podem ser feitas também por meio de QR Code.

Isso permite que o cliente tanto efetue um pagamento no comércio ou então que gere um código próprio para receber uma transferência, podendo inclusive já definir o valor da transação.

No lugar de informar os dados de uma conta para depósito; basta, por exemplo, enviar um QR Code por email ou aplicativo de troca de mensagens.

 

 

4 dúvidas e respostas para usar o PIX na sua farmácia 

 

Fonte: GiroNews e G1

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário