fbpx

Anvisa realiza coleta de dados sobre assistência farmacêutica

Levantamento ficará disponível até 31 de julho

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informa às Vigilâncias Sanitárias (Visas) de estados e municípios que está disponível para preenchimento o formulário da consulta dirigida voltada para a coleta de dados sobre a assistência farmacêutica, a fim de avaliar a prestação deste serviço.

O objetivo é coletar e validar informações para o aprimoramento da regulação voltada para este segmento. O levantamento começou nesta segunda-feira (17) e ficará disponível durante 45 dias, até 31 de julho.

Veja Mais

A coleta de dados sobre assistência farmacêutica será realizada por meio de um formulário eletrônico específico para essa ação. Estão convidados a participar os responsáveis pelo licenciamento e fiscalização de farmácias de manipulação e drogarias de todo o País.

Desse modo, durante a consulta dirigida, serão recebidas contribuições em relação ao capítulo VI (sexto). Primordialmente, ele se refere aos serviços farmacêuticos da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 44, de 2009. Esta norma trata, assim, das boas práticas que devem ser adotadas em farmácias e drogarias.

A responsável pela realização da consulta dirigida é a Gerência de Regulamentação e Controle Sanitário em Serviços de Saúde (Grecs) da Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde (GGTES) da Anvisa.

Esclarecimentos para o correto preenchimento do formulário sobre coleta de dados sobre assistência farmacêutica

  • O termo farmácia foi utilizado para designar farmácias de manipulação e drogarias;
  • As atividades de assistência básica à saúde se referem às atividades que oferecidas pela farmácia para o paciente/usuário como: administração de medicamentos, aferição de parâmetros bioquímicos e biológicos, nebulização, realização de curativos e outras que estejam ligadas a profissionais de saúde. A assistência farmacêutica faz parte da assistência à saúde.
  • Este questionário não tem o objetivo de avaliação, mas de conhecimento da realidade das vigilâncias sanitárias locais e sua relação com as normas vigentes sobre o tema.

Fonte: Anvisa

Foto: Shutterstock

Projeto autoriza venda de MIPs em supermercados

Deixe um comentário